Diretor de consórcio que negocia compra do Milan avisa torcida: "Tudo está no caminho certo"

Han Li, da Sino-Europe Sports, enalteceu o clube, falou em levá-lo de volta ao 'topo' e ainda comentou sobre possíveis voltas de ídolos ao Diavolo

Diretor de consórcio que negocia compra do Milan avisa torcida: "Tudo está no caminho certo"
Entrevista tranquila a torcida, ansiosa com as recentes e iminentes mudanças no time (Foto: Sportfair.it)

Diretor executivo do Sino-Europe Sports, consórcio chinês que negocia compra de 99,93% das ações do Milan, Han Li concedeu uma entrevista ao jornal italiano La Gazzetta dello Sport, publicada nesta terça-feira (4), em que fala sobre os planos para o clube. Otimista, o representante do grupo não poupou elogios à instituição, para qual, segundo ele, dirige sua torcida desde a infância.

"O Milan é um dos melhores times do mundo, com uma história de glória e sucesso", disse o empresário, que justificou a escolha em investir nos rossoneri: "Os torcedores do Milan estão em todos os cantos do globo, sobretudo na China. Os primeiros jogos de futebol transmitidos na China eram da Serie A, nos anos 80, e foi o Milan que emocionou os espectadores mais do que ninguém".

Li agradeceu a Silvio Berlusconi, presidente que completou 30 anos à frente do clube neste ano, por ter confiado a tarefa de 'levar o lendário Milan de volta ao topo' e afirmou que os novos proprietários buscarão fazer o melhor nas próximas janelas de transferências, a fim de reforçar cada vez mais a equipe. Para isso, destacou a importância da relação entre o clube e o país oriental: "Vamos nos concentrar no desenvolvimento de negócios em todo o mundo, especialmente na China. Estamos construindo uma ponte entre o clube e o mercado chinês, através da integração de recursos estratégicos globais".

Han também confirmou que toda a negociação vai bem, tranquilizando a torcida. "Os investidores foram confirmados, tudo está perfeitamente na pista. Os recursos estão vindo como planejado. Os nomes dos investidores será revelado após o encerramento, tal como especificado nos acordos", disse. E afirmou que ídolos rossoneros poderão voltar ao clube: "É claro que as portas do clube estão abertas para todas as lendas e as pessoas que partilham a nossa paixão e estão dispostos a cooperar com a gente e os diretores, para trazer a equipe ao topo".