Besiktas surpreende e bate Napoli em pleno San Paolo

Em dois erros da defesa napolitana, turcos vencem o jogo e embolam Grupo B; time napolitano ainda teve pênalti perdido com Insigne

Besiktas surpreende e bate Napoli em pleno San Paolo
Foto: Getty Images
Napoli
2 3
Besiktas

Napoli e Besiktas fizeram um jogo bastante movimento nesta quarta-feira (19), no estádio San Paolo, em Nápoles. Na partida válida pela terceira rodada do Grupo B da Uefa Champions League, os italianos foram derrotados por 3 a 2, depois de desperdiçarem um pênalti com Insigne. Aboubakar foi o destaque da vitória dos turcos, que ainda teve gol de Adriano. Mertens e Gabbiadini fizeram os gols dos napolitanos.

Com os resultados desta quarta-feira, o Napoli se manteve na liderança, com seis pontos, enquanto o Besiktas assumiu a vice-liderança, com um a menos. O Benfica chegou ao terceiro lugar, com quatro, e o Dínamo de Kiev manteve-se na lanterna, com apenas um ponto somado. 

Atuando em casa, o Napoli foi surpreendido logo nos minutos iniciais. Apesar de ter se apresentado melhor e ter criado mais chances de gols, foi o time visitante quem abriu o placar, com o brasileiro Adriano. O curioso é que foi o primeiro chute do Besiktas contra quatro do Napoli, até a marca dos 12 minutos. 

Do lado da equipe napolitana, a pontaria continuava ruim, mas, depois de tanto insistir, Mertens conseguiu deixar tudo igual aos 30, graças ao bom cruzamento de Callejón, que fez grande jogada pela direita. 

E a dupla voltou a oferecer perigo. Enquanto Callejón aproveitava as chances de chegar à linha de fundo, Mertens circulava ocupando a área central e o flanco esquerdo do gramado. Mas, novamente, o Besiktas foi mortal. Desta vez, aproveitando erro da zaga, Aboubakar saiu livre contra o goleiro Pep Reina e ampliou a vantagem dos visitantes. 

Na volta do intervalo, o ritmo se manteve intenso e o Napoli teve uma grande oportunidade de igualar mais uma vez o marcador em cobrança de pênalti após o goleiro derrubar Mertens na área, seria uma boa oportunidade não fosse a defesa do espanhol Fabri, cobrança de pênalti desperdiçada por Insigne. 

Mais tarde, o árbitro assinalou nova penalidade máxima para os donos da casa. Desta vez, Gabbiadini, que entrou justamente no lugar de Insigne, bateu com perfeição e deixou tudo igual. Sem desistir, o time turco voltou a calar o estádio. Aboubakar, de novo, marcou e definiu o placar a favor dos visitantes. Foi o segundo gol do atacante em três jogos na Champions, que deu a primeira vitória aos turcos desde 2009 na competição e a primeira derrota em casa da história do Napoli na liga.