Ameaçado na Inter, De Boer se mostra confiante para reverter fase ruim

Treinador holandês afirmou confiar no time para sair da situação incômoda

Ameaçado na Inter, De Boer se mostra confiante para reverter fase ruim
Foto: Getty Images

A temporada 2016/17 da Internazionale continua sendo escrita da pior forma possível. Na última posição do seu grupo na Uefa Europa League, já tendo acumulado duas derrotas em três partidas, a situação na Serie A está muito longe de ser um alento. Neste domingo (30) a equipe de Milão perdeu outra vez, agora para a Sampdoria, fora de casa, por 1 a 0, ficando na dura 11ª colocação na Serie A. Neste cenário terrível, o treinador Frank De Boer balança no cargo.

Segundo o técnico holandês, entretanto, o elenco interista possui as armas certas para fugir do abismo e mantê-lo à frente do projeto do clube. "Eu estou feliz por estar aqui e creio que poderemos mudar essa situação. A situação é difícil, mas vejo que fazemos algumas coisas bem, mas as fazemos durante momentos do jogo e não durante o jogo inteiro. Eu creio nessa mudança, que deve vir da nossa cabeça. A qualidade nós temos, mas só isso não basta", disse o comandante.

"O problema é a cooperação com a bola. O primeiro tempo [na derrota contra a Samp] é para esquecer, pois não o jogamos, enquanto no segundo tempo fizemos nosso dever como o esperado. Não gostei mesmo da primeira parte, devemos jogar 90 minutos como jogamos no segundo tempo. Devemos jogar um futebol melhor e estar em campo do início ao fim", reprimiu o ex-treinador do Ajax.

De Boer ainda explicou a situação do atacante Gabriel Barbosa, que não foi relacionado para enfrentar a Sampdoria, no domingo. Segundo o holandês, necessário ter paciência que o brasileiro logo terá sua oportunidade. "Se Gabigol terá tempo de jogo? É um bom jogador, o seu momento chegará", esclareceu.