Fiorentina passa fácil pelo Slovan Liberec e fica perto da vaga ao mata-mata da UEL

Ilicic, de pênalti, Kalinic e Cristóforo marcaram na tranquila vitória viola por 3 a 0, que precisa de apenas um ponto para garantir-se na fase 16 avos de final da Liga Europa

Fiorentina passa fácil pelo Slovan Liberec e fica perto da vaga ao mata-mata da UEL
Time de Florença comemora terceira vitória em quatro jogos no Grupo J (Foto: UEFA/AFP/Getty Images)
Fiorentina
3 0
Slovan Liberec
Fiorentina: Tatarusanu; Tomovic, Gonzalo, De Maio; Chiesa, Carlos Sánchez, Borja Valero (Babacar, min. 79), Cristóforo, Milic; Ilicic (Vecino, min. 69), Kalinic (Bernardeschi, min. 86). Técnico: Paulo Sousa
Slovan Liberec: Hladky; Sykora (Navrátil, min. 79), Coufal, Horovka (Nitriansky, min. 17), Bartosák; Sukennik, Folprecht; Bartl, Sevcík, Vuch; Markovic (Komlinchenko, min. 59). Técnico: Jindrich Trpisovsky
Placar: 1-0, min. 30, Ilicic (pên). 2-0, min. 42, Kalinic. 3-0, min. 73, Cristóforo
ÁRBITRO: Aleksandr Stavrev, auxiliado por Marjan Kirovski e Dejan Kostadinov, todos da Macedônia. Amarelos: Tomovic (FIO); Sukennik, Bartosak (LIB)
INCIDENCIAS: 4ª rodada do Grupo J da Uefa Europa League 2016-17, no Stadio Artemio Franchi, em Florença, Itália

Com grande parte de seus titulares em campo, a Fiorentina bateu o Slovan Liberec por 3 a 0 na 4ª rodada do Grupo J da Europa League e está em situação tranquila para seguir na competição. Ilicic, de pênalti, Kalinic e Cristóforo marcaram os gols da equipe que lidera a chave com 10 pontos. O time tcheco tem apenas um e está em último lugar. O segundo colocado é o Qarabag, que bateu o PAOK por 1 a 0, e tem sete pontos. Os gregos somam quatro.

Pela Liga Europa, os times voltam a campo no dia 24 de novembro: a Fiorentina recebe o PAOK, enquanto o Slovan Liberec também joga em casa, contra o Qarabag. Pela Serie A, a Viola recebe a Sampdoria, no domingo (6), às 15h. No mesmo dia pela Liga Tcheca, o Slovan recebe o Sparta Praga, outro time tcheco da UEL, às 12h.

Sem se desgastar, Viola abre vantagem

Como é costumeiro, a Fiorentina, como mandante, teve desde o início muita posse de bola, mas demorou para criar chances. Se defendendo bem, o Liberec conseguia dificultar o setor mais criativo da Viola e teve a primeira grande oportunidade do jogo. Aos 21, em cobrança de falta laeral de Bartl, Folprecht se esticou e desviou livre na pequena área, mas Tatarusanu salvou os mandantes.

A oportunidade clara dos tchecos parece que acordou a Viola. Aos 26, a primeira chance dos mandantes. Tomovic deu grande lançamento da direita para Kalinic, que teve dificuldades para dominar, mas bateu de canhota, por cima. Dois minutos depois, Cristóforo recebeu na entrada da área e conectou Ilicic, que foi à linha de fundo e foi derrubado por Sukennik. O próprio Ilicic cobrou, no meio do gol, e marcou seu primeiro gol na temporada.

Poucos minutos depois, o Slovan assustou outra vez. Em contra-ataque puxado por Bartl, Markovic recebeu com espaço pela direita e bateu forte para o meio da área, mas Bartl não desviou forte o suficiente e a bola saiu em laeral.

A Fiorentina administrava o jogo e não forçava tanto atrás de mais um gol - finalizou apenas quatro vezes no primeiro tempo. Mas, aos 42, na bola perdida por Bartosák, Chiesa recuperou, Ilicic lançou para a área e Kalinic apareceu para dominar a bola mal cortada por Coufal, driblar o goleiro e fazer 2 a 0 antes do intervalo.

Fiorentina administra e amplia placar

A postura da Fiorentina não mudou muito em relação ao primeiro tempo, mas o time correu poucos riscos. O Slovan Liberec conseguiu ter mais posse de bola no segundo tempo, mas deu pouco trabalho para Tatarusanu, enquanto a Viola aproveitava os espaços dados pelos tchecos para assustar. 

Aos 6, em cobrança de falta ensaiada, Valero recebeu de Cristóforo, avançou pelo meio e arriscou de fora da área, mas mandou por cima. O técnico Jindrich Trpisovsky mudou o ataque para tentar dar mais força para o time tcheco, mas Komlinchenko pouco fez. O Liberec chegou com perigo aos 18. Vuch lançou para a área e Folprecht, de costas para o gol, desviou de cabeça, à direita do gol.

Com mais tranquilidade e qualidade para articular as jogadas, a Viola chegava com mais frequência no ataque. Aos 26, Tomovic cruzou da direita e Kalinic subiu no meio dos zagueiros para cabecear, mas pegou fraco e Hladky pegou. Dois minutos depois, Cristóforo recebeu de Valero na entrada da área, passou por dois e bateu cruzado. A bola ainda bateu na trave antes de morrer no gol. Foi o primeiro gol do uruguaio com a maglia viola.

A partir daí, a Fiorentina administrou o jogo e, apesar de dar a bola mais ao Liberec, não sofreu nenhum tipo de pressão. O time visitante até chegou aos 30, quando Vuch cruzou da esquerda e Sevcík desviou na direção do gol, mas Milic apareceu no meio do caminho para tirar a bola da direção do gol. No mais, os tchecos tentaram levar perigo em cruzamentos, mas a Viola levou com tranquilidade os três pontos do Artemio Franchi.