Agora cantor, Pablo Osvaldo relembra momentos no futebol: "É um mundo cheio de merda"

Ex-goleador de Roma e Boca Juniors, jogador abandonou o futebol aos 30 anos para se dedicar ao planeta musical

Agora cantor, Pablo Osvaldo relembra momentos no futebol: "É um mundo cheio de merda"
Foto: Getty Images

Pablo Daniel Osvaldo realmente abandonou a carreira de jogador de futebol em setembro, quando chegou a recusar proposta do Chievo Verona com o intuito de se dedicar totalmente ao mundo da música, sua paixão menos comentada até então. Com apenas 30 anos, o centroavante que passou por grandes equipes do futebol mundial como Fiorentina, Roma, Boca Juniors, Juventus, Internazionale e Southampton resolveu pendurar as chuteiras de forma inusitada.

Quase três meses depois, mais precisamente dois meses e meio, o ítalo-argentino concedeu entrevista ao canal Fox Sports e se mostrou bastante esgotado com o entorno do futebol mundial. "Finalmente estou livre de toda aquela merda que existe no futebol. Aquele mundo não me entendia mais e ultimamente não estava conseguindo suportá-lo. Mas agora estou calmo e bem, pois me dedico àquilo que amo, a música", disse o ex-atleta, nascido na grande Buenos Aires.

"Não vejo problema em falar de futebol, o que me deu tudo na vida e é uma grande paixão. Amei ter jogador futebol e também feito isso com a camisa do Boca, o clube do meu coração. Mas nos últimos anos percebi que não era o meu mundo, o futebol me fez ganhar muito, mas não é tudo na vida. Me dei conta de que estava infeliz e decidi dizer basta", comentou Osvaldo. "Hoje estou realmente feliz, cada dia mais vejo que é isso o que quero", assegurou.