Torcida do Milan no Brasil mobiliza campanha para clube disputar torneio com a Chapecoense

Usando a hashtag #ChapeNoTrofeuSilvioBerlusconi, torcedores rossoneri tentam chamar a atenção da agremiação italiana nas redes sociais

Torcida do Milan no Brasil mobiliza campanha para clube disputar torneio com a Chapecoense
Foto: Reprodução/Twitter @ACMilan_Brasil

Em função do acidente aéreo na madrugada da última terça-feira (29), envolvendo a delegação da Chapecoense e alguns profissionais da imprensa brasileira, a torcida do Milan no Brasil está realizando uma campanha para promover um jogo entre o clube italiano e a equipe alviverde. A partida seria válida pelo Troféu Luigi Berlusconi, torneio amistoso disputado no estádio San Siro, em Milão, com renda revertida ao clube catarinense.

A ideia da equipe AC Milan Brasil, que contabiliza mais de 19 mil seguidores nas redes sociais, é incentivar torcedores e fãs de futebol, no Twitter, a usarem a hashtag #ChapeNoTrofeuSilvioBerlusconi, a fim de que ela chegue aos meios de comunicação do Milan.

Foi algo repentino. Nós já pensávamos em fazer algo para ajudar a Chape, e a partir disso começamos a estudar possibilidades de juntar o Milan nesse projeto. A ideia de um amistoso ainda era pouco, então decidimos usar o tradicional Troféu Luigi Berlusconi como nosso alvo”, afirmou um dos líderes da equipe, Gabriel Joaquim.

Logo depois que o perfil @ACMilan_Brasil deu início à campanha no Twitter, na noite desta quarta-feira (30), vários perfis se mobilizaram e começaram a apoiar a causa. Algumas arrobas mencionaram os perfis de jogadores e ex-jogadores brasileiros que atuaram pelo Milan, como Cafu, Kaká e Ronaldinho Gaúcho. Deixando a rivalidade de lado, as torcidas de Internazionale e Juventus também reforçaram a #ChapeNoTrofeuSilvioBerlusconi. Perfis estrangeiros, além de jornalistas brasileiros e gringos, deram suporte à campanha.

O Troféu Luigi Berlusconi foi criado em 1991 por Silvio Berlusconi – presidente do Milan – em homenagem a seu pai, Luigi Berlusconi. O Milan é o maior campeão do torneio, com 13 conquistas, seguido pela Juventus, que contabiliza 10 troféus. Em 2014, o time rubro-negro bateu o San Lorenzo, por 2 a 0, para soltar o grito de campeão. No ano seguinte, foi derrotado pela Inter, com gol solitário de Geoffrey Kondogbia.

Mais apoio

A equipe do Quattro Tratti, conta relacionada a assuntos de futebol italiano no Twitter, se solidarizou após a tragédia ocorrida na cidade de Medellín, na Colômbia, e usou a sua rede social para pedir ajuda dos clubes do Belpaese. Eles sugeriram, também, que fosse realizado um amistoso entre Torino e Chapecoense.

Um amistoso entre Torino e Chapecoense, com renda revertida para as famílias das vítimas e para os catarinenses. Seria uma homenagem linda”, escreveu o @quatrotratti.

O Torino passou por um acidente semelhante ao que aconteceu em Medellín, na Colômbia. No dia 4 de maio de 1949, o avião que levava a delegação do Toro de volta para Turim, depois de vencer um amistoso contra o Benfica em Lisboa, desceu rapidamente no momento de aterrissar e colidiu em cheio contra o muro da Basílica de Superga – igreja localizada aos arredores de Turim –, ocasionando a morte de todos que estavam a bordo. O acidente ficou conhecido como a tragédia de Superga.