Após faltar ao treino, meia Kondogbia não é relacionado para amistoso da Internazionale

Sem dar explicações, o francês não compareceu aos treinamentos da equipe de Milão nesta última sexta-feira (11)

Após faltar ao treino, meia Kondogbia não é relacionado para amistoso da Internazionale
(Foto: Claudio Villa/Getty Images)

O meio-campista francês Geoffrey Kondogbia, da Internazionale, deixou o técnico Luciano Spalletti furioso após faltar no treino do clube da última sexta-feira (11). Por conta da atitude, o jogador não foi convocado para o último amistoso de pré-temporada da equipe italiana, diante do Real Betis, da Espanha.

Desejado pelo Valencia, o atleta de 24 anos está tentando forçar a sua saída da Inter de Milão desde o começo da janela de transferências de verão. Todavia, o francês vem agindo de maneira independente, faltando aos treinos e não conversando abertamente com a diretoria e o treinador, deixando as partes insatisfeitas com seu comportamento.

"Se estou surpreendido ou nervoso sobre o caso de Kondogbia? Ele teve essa ideia de mudar de equipe do nada, até tentei convencê-lo para ficar, mas algum terceiro fez certas promessas para ele. Se há uma equipe que o quer, então vamos conversar. Se ele não quer sair, então gostaríamos de mantê-lo", falou Spalletti em coletiva de imprensa.

O comandante interista revelou ter conversado com o atleta, explicando sua importância no planejamento para a temporada 2017/18: "Já falei com Kondogbia, estou um pouco surpreso, fiz algumas promessas para ele, disse que para mim ele é importante e bom jogador", contou.

Spalletti aproveitou a oportunidade para alertar outros jogadores do elenco nerazzurri: "Eu vou precisar de vários meio-campistas para enfrentar uma dura campanha da Serie A. Espero uma conduta excelente, profissional e bons desempenhos dos jogadores".

Além da polêmica de Kondogbia, Luciano Spalletti comentou sobre a quase certa saída do colombiano Jeison Murillo. O zagueiro está praticamente de malas prontas rumo ao mesmo Valencia (ESP).

"O Murillo quer sair, conversamos quando cheguei, mas ele já estava com essa ideia. O clube entrou em acordo com os diretores espanhóis, então eu acho que ele vai sair", concluiu.