Fiorentina atropela Verona fora de casa e vence primeira na Serie A

Após duas derrotas no início do campeonato, Viola goleou por 5 a 0 no Bentegodi e somou primeiros pontos no Italiano

Fiorentina atropela Verona fora de casa e vence primeira na Serie A
Dupla de ataque, Thereau (frente) e Simeone marcaram um cada (Foto: Divulgação/ACF Fiorentina)
Verona
0 5
Fiorentina
Verona: Nicolas; Cáceres, Ferrari (Kean, intervalo), Heurtaux, Souprayen (Rômulo, intervalo); Büchel, Bessa, Zuculini (Valoti, min. 70); Verde, Fares, Pazzini. Técnico: Fabio Pecchia
Fiorentina: Sportiello; Bruno Gaspar, Pezzella, Astori, Biraghi; Badelj, Veretout (Cristóforo, min. 84); Thereau (Babacar, min. 75), Benassi, Chiesa (Gil Dias, min. 70); Simeone. Técnico: Stefano Pioli
Placar: 0-1, min. 2, Simeone. 0-2, min. 10, Thereau (pênalti). 0-3, min. 24, Astori. 0-4, min. 62, Veretout. 0-5, min. 89, Gil Dias
ÁRBITRO: Antonio Damato, auxiliado por Rodolfo Di Vuolo e Giovanni Bacini. Amarelos: Zuculini, Valoti (VER); Simeone (FIO)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 3ª rodada da Serie A Tim 2017-18, no Stadio Marc'Antonio Bentegodi, em Verona, Itália

Depois de um começo ruim, a Fiorentina se recuperou em grande estilo na 3ª rodada da Serie A. Fora de casa, o time de Florença goleou o Hellas Verona por 5 a 0 e conquistou seus primeiros pontos na competição. Simeone, Thereau, Astori, Veretout e Gil Dias foram os autores dos gols no Marc'Antonio Bentegodi.

Com três pontos, a Viola subiu para a 11ª colocação da Serie A, enquanto o Verona é o penúltimo, com um - o lanterna Benevento ainda entra em campo na rodada. Na próxima rodada, o time gialloblu visita a Roma, no sábado (16), às 15h45. No mesmo dia, mas às 13h, a Viola recebe o Bologna, do Derby Dell'Apenino.

Viola começa pressionando e abre larga vantagem

Com duas derrotas nas rodadas iniciais, a Fiorentina entrou em campo pressionada, mas tratou de abrir vantagem com menos de dois minutos. Benassi arrancou pelo meio, arriscou de fora da área e Nicolas deu rebote. Simeone apareceu livre no rebote e só empurrou para as redes para abrir o placar.

Aos 9, Chiesa foi lançado dentro da área, tentou driblar o goleiro, mas foi derrubado e o árbitro marcou pênalti. O estreante Thereau deslocou Nicolas e ampliou a vantagem viola. Com muita posse de bola, a Fiorentina dominou um frágil e abalado Verona, que dava muitos espaços para a criação de mais chances dos visitantes.

Aos 15, Simeone recebeu grande passe de Chiesa dentro da área e bateu cruzado, mandando rente à trave do Verona. No minuto seguinte, Veretout arriscou de fora da área e Nicolas voou para salvar os mandantes. Mas, aos 24, após cobrança de escanteio de Veretout, Simeone raspou na primeira trave e Astori apareceu no meio da área para completar para o fundo do gol, ampliando para 3 a 0.

Logo na sequência, a Viola teve mais uma grande oportunidade. Em contra-ataque puxado pelo meio, Simeone lançou Chiesa, que arrancou para a cara do gol, mas parou em grande defesa de Nicolas. A primeira chance dos mandantes só veio aos 28. Fares ganhou na dividida com Gaspar, arrancou pela esquerda e serviu Pazzini, que girou para cima da zaga e bateu colocado, por cima do gol.

No total, foram 10 finalizações da Viola na primeira etapa, contra cinco do Verona, mas os mandantes não exigiram em nenhuma oportunidade o goleiro Sportiello. Controlando o jogo, a Fiorentina continuou sendo mais perigosa, mas o primeiro tempo terminou mesmo em 3 a 0.

Viola administra e garante goleada

O Verona voltou para o segundo tempo com duas alterações, com o técnico Fabio Pecchia tentando mudar a dinâmica da sua equipe. Apesar de ter mais posse de bola do que no primeiro tempo, não foram tantas chaces criadas, e a Fiorentina administrou com calma sua vantagem.

Aos 17, após jogada individual, Chiesa foi derrubado por Zuculini na entrada da área e o árbitro marcou a falta. Veretout executou a cobrança de forma magistral e mandou no ângulo de Nicolas para fazer 4 a 0.

O Verona até chegou a assustar aos 30. Após ótima jogada pela direita, Rômulo venceu a marcação e cruzou para Pazzini, que apareceu livre e bateu forte, mas Sportiello salvou. Apesar desta chance, a Fiorentina continuou segura no jogo e criando mais chances.

Aos 42, em cobrança de falta de Biraghi, Babacar desviou na segunda trave e Pezzella finalizou de bicicleta, mas a zaga afastou da direção do gol. Já aos 44, o golpe final. Bruno Gaspar avançou pela direita e abriu para Gil Dias, que invadiu a área e tocou por baixo das pernas do goleiro para fazer o quinto da Fiorentina para fechar a goleada.