Dzeko critica poucos toques na Roma e admite 'saudades' de Salah e Totti

Bósnio diz sentir falta de companheiros na Roma após uma partida com apenas um chute no alvo, contra o Atletico de Madrid

Dzeko critica poucos toques na Roma e admite 'saudades' de Salah e Totti
Foto: Anadolu Agency/Anadolu Agency

O ataque da Roma foi pouco criativo na partida contra o Atlético de Madrid. Com apenas uma finalização no gol, o empate em 0 a 0 acabou sendo um bom resultado, já que Alisson teve trabalho do outro lado do campo. Responsável por ser a principal referência nas ações ofensivas romanistas, o atacante Edin Dzeko reclamou que teve poucas oportunidades e admitiu que sente saudades de dois ex-companheiros.

+ Roma conta com grande atuação de Alisson e empata com Atlético de Madrid em casa

Apesar de mostrar certo descontentamento com sua função no novo esquema implementado por Eusebio Di Francesco, o bósnio se esquivou de comparações com Luciano Spalletti, seu ex-treinador, com quem foi artilheiro da Serie A."É só o começo. Marquei muitos gols na última temporada, essa é ainda mais difícil e eu não tive muitos toques na bola hoje. Espero que nos próximos jogos, eu possa ter mais oportunidades e marcar alguns gols", afirmou o camisa 9 romanista.

Além disso, o centrovante destacou a ausência de dois ex-jogadores da Roma: Mohamed Salah, que foi o principal garçom do time na temporada passada, mas se transferiu para o Liverpool, e Francesco Totti, aposentado. "Nós sentimos a ausência de Mohamed Salah e também de Checco [Totti]. Radja Nainggolan jogava mais próximo de mim também. Agora estão todos um pouco mais distantes de mim do que eles ficavam anteriormente, mas estamos nos acostumando", ressaltou.