Kalinic marca dois, Milan bate Udinese e serecupera na Serie A

Atacante croata comanda vitória rossonera em Milão; árbitro de vídeo anula dois gols na partida

Kalinic marca dois, Milan bate Udinese e serecupera na Serie A
Kalinic foi o último reforço do Milan na última janela de transferências (Foto: Emilio Andreoli/Getty Images)
Milan
2 1
Udinese
Milan: Donnarumma; Musacchio, Bonucci, Romagnoli; Calabria, Kessié, Biglia, Bonaventura (Çalhanoglu, min. 69), Ricardo Rodríguez; Suso (Cutrone, min. 69); Kalinic (Locatelli, min. 85). Técnico: Vincenzo Montella.
Udinese: Scuffet; Larsen, Danilo, Nuytinck, Samir; Behrami (Fofana, min. 57); De Paul, Barák, Jankto (Ryder Matos, min. 74), Lasagna; Maxi López (Bajic, min. 61). Técnico: Luigi Del Neri.
Placar: 1-0, min. 22, Kalinic. 1-1, min. 28, Lasagna. 2-1, min. 31, Kalinic.
ÁRBITRO: Marco Guida (ITA). Cartões amarelos: Barak (min. 16), Romagnoli (min. 26), Biglia (min. 52).
INCIDENCIAS: Partida válida pela quarta rodada da Serie A, realizada no San Siro, em Milão, Itália.

O Milan voltou a vencer na Serie A. Após ser goleado na última rodada, os rossoneri se recuperaram, neste domingo (17), com uma vitória por 2 a 1 sobre a Udinese. Todos os gols saíram no primeiro tempo. Nikola Kalinic marcou duas vezes para o time milanista, ao passo que Kevin Lasagna descontou a favor dos bianconeri. A partida aconteceu no San Siro, em Milão, e valeu quarta rodada da liga.

O jogo contou com dois gols anulados pelo VAR (recurso de árbitro de vídeo). Na etapa inicial, quando o duelo estava 0 a 0, Lasagna teve seu tento anulado. Nos 45 minutos, foi a vez de Kalinic ver seu gol ser invalidado. Em ambos os lances os jogadores estavam impedidos.

Com o resultado, o Milan chega a nove pontos e sobe para a quarta posição, mas pode cair uma colocação caso a Lazio derrote o Genoa, em Gênova, no último jogo deste domingo. Já a Udinese mantém os três pontos que começou a rodada e cai para o 15º lugar na tabela de classificação.

Na próxima rodada da Serie A, o Diavolo enfrentará a Spal, na quarta-feira (20), às 15h45, novamente no San Siro. O time bianconero, por sua vez, tem compromisso contra o Torino, em Údine, no mesmo dia e no mesmo horário.

Erros defensivos e dois gols de Kalinic

Kalinic guardou dois no primeiro tempo (Foto: Claudio Villa/Getty Images)
Kalinic guardou dois no primeiro tempo (Foto: Claudio Villa/Getty Images)

Para o duelo contra a Udinese, Vincenzo Montella, técnico do Milan, fez a manutenção do esquema tático 3-5-2, o mesmo que utilizou na vitória sobre o Austria Viena, na última quinta-feira (14), pela Europa League. Bonaventura, Ricardo Rodríguez e Suso retornaram à titularidade para a partida no San Siro.

O Milan tomou um susto no começo de jogo. Maxi López deu um passe na medida para Lasagna ficar cara a cara com Donnarumma e estufar as redes. Porém, o juiz Marco Guida foi alertado pelo VAR (recurso de árbitro de vídeo) de que o jogador estava impedido.

Após o gol anulado da Udinese, foi a vez de o Milan pressionar. Suso cobrou escanteio, Kalinic cabeceou na trave, Bonucci pegou no rebote, e Larsen tirou em cima da linha. Mas, aos 22 minutos, a torcida rossonera pôde comemorar à vontade. Kalinic recebeu cruzamento de Calabria dentro da área, ganhou de Danilo e superou o goleiro Scuffet.

Uma falha grotesca de Romagnoli, no entanto, calou o San Siro. O zagueiro recuou uma bola errada para Bonucci, Lasagna aproveitou e empatou o duelo. Mas não demorou muito para o Milan ficar em vantagem novamente. Três minutos do empate, Suso cobrou escanteio, Kessié desviou de cabeça e Kalinic, no melhor estilo centroavante, colocou a bola para dentro dando um golpe de coice.

Os rossoneri tiveram mais uma grande de fazer o terceiro: Kessié arrancou em velocidade desde o meio-campo e finalizou no canto esquerdo, mas o goleiro defendeu. A equipe milanista controlou o restante do primeiro tempo, enquanto a Udinese não criou mais ações ofensivas.

Jogo controlado e três pontos garantidos

Recurso de vídeo anulou mais um gol no segundo tempo (Foto: Divulgação/AC Milan)
Recurso de vídeo anulou mais um gol no segundo tempo (Foto: Divulgação/AC Milan)

O Milan reiniciou o jogo da mesma maneira que terminou o primeiro tempo: superior à Udinese. Não por acaso, criou duas ações ofensivas nos cinco minutos iniciais. Primeiro, Bonaventura mandou uma bicicleta, mas sem pedal; depois, Suso alçou bola à área, Romagnoli desviou de cabeça, e Scuffet fez uma grande defesa.

A Udinese ganhou um gás novo com a entrada de Fofana no lugar de Behrami, sumido no jogo. Aos 62 minutos, o jogador marfinense fez jogada individual e mandou uma bomba em cima de Donnarumma. Em seguida, a equipe de Luigi Del Neri assustou de novo. Lasagna cruzou, e Bajic cabeceou por cima da meta do goleiro milanista.

Montella percebeu que o Milan havia deixado o ritmo de jogo cair, por isso o treinador tirou Suso e Bonaventura para mandar a campo Cutrone e Çalhanoglu. Com as alterações, os rossoneri voltaram a controlar a partida no ataque. Ricardo Rodríguez, cobrando falta, e Calabria, chutando forte de fora da área, colocaram o goleiro Scuffet para trabalhar.

Aos 82 minutos, o croata Kalinic marcou mais uma vez, só que o gol foi anulado pelo VAR. O camisa 7 estava a milímetros à frente do último atleta da Udinese, e o recurso de árbitro de vídeo apontou a posição irregular do milanista. De qualquer forma, o Milan segurou o 2 a 1 até o fim da partida e conquistou os três pontos.