Fiorentina leva virada do Chievo fora de casa e chega à terceira rodada sem vencer

Simeone abriu o placar logo no começo, mas Viola não conseguiu demonstrar bom futebol e perdeu em Verona com dois gols de Lucas Castro

Fiorentina leva virada do Chievo fora de casa e chega à terceira rodada sem vencer
Foto: Divulgação/ACF Fiorentina
Chievo
2 1
Fiorentina
Chievo: Sorrentino; Tomovic (Depaoli, min 63), Dainelli, Gamberini (Cesar, min. 71), Cacciatore; Radovanovic, Hetemaj, Lucas Castro; Birsa (Bastien, min. 73); Inglese, Pucciarelli. Técnico: Rolando Maran
Fiorentina: Sportiello; Bruno Gaspar, Pezzella, Astori, Biraghi; Badelj, Veretout; Chiesa (Gil Dias, min. 52), Thereau (Saponara, min. 56), Benassi (Babacar, min. 77); Simeone. Técnico: Stefano Pioli
Placar: 0-1, min. 6, Simeone. 1-1, min. 26, Lucas Castro. 2-1, min. 46, Lucas Castro
ÁRBITRO: Piero Giacomelli, auxiliado por Giorgio Schenone e Claudio La Rocca. Amarelos: Tomovic, Radovanovic (CHI); Veretout (FIO)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 7ª rodada da Serie A Tim 2017-18, no Stadio Marc'Antonio Bentegodi, em Verona, Itália

O começo ruim da Fiorentina na temporada 2017-18 ganhou mais um capítulo decepcionante neste domingo (1º). Jogando fora de casa, a Viola saiu na frente com gol de Simeone, mas o Chievo virou com dois gols de Lucas Castro e buscou a vitória diante de seu torcedor. Com apenas duas vitórias, o time de Florença ocupa a 12ª colocação da Serie A, com sete pontos. A equipe de Verona está em 10º, com 11.

Após a parada da data Fifa, o Chievo viaja para enfrentar o Sassuolo, no domingo (15), às 11h. Um pouco mais cedo, às 8h30, a Fiorentina joga em casa diante da Udinese.

Viola sai na frente, mas Chievo melhora e busca empate

Como vem sendo costumeiro nos últimos jogos, a Fiorentina conseguiu abrir o placar no início do jogo em Verona. Aos 5, em jogada pela esquerda, Chiesa tocou de calcanhar, Thereau driblou Tomovic e cruzou na cabeça de Simeone, que encobriu o goleiro para abrir o placar no Bentegodi.

Apesar de sair na frente logo no começo, a Viola não conseguiu controlar o jogo. O Chievo teve mais posse de bola - 53% -, porém menos finalizações - 5x8 -, mas o primeiro tempo foi de muitos contra-ataques e transições, com os mandantes sendo mais perigosos. Aos 8, Birsa aproveitou saída errada de Astori e abriu para Inglese, que bateu cruzado, mas parou em Sportiello.

Aos 21, após lançamento de Birsa para a área, Pucciarelli ajeitou e deixou Inglese em boa posição, mas o atacante pegou fraco e Sportiello segurou. Quatro minutos depois, Birsa cruzou da esquerda, Biraghi furou e a bola sobrou livre para Castro, que só deslocou o goleiro e empatou o jogo.

Mesmo após sofrer o empate, a Fiorentina não mudou sua postura e a partida continuou aberta no Bentegodi. Aos 33, Hetemaj levantou para a área e Inglese subiu com espaço, mas cabeceou por cima. Seis minutos depois, finalmente a Viola voltou a assustar. Veretout bateu falta para a área e Simeone cabeceou no canto, mas Sorrentino se esticou e salvou os mandantes.

Chievo marca logo no começo e sofre pouco para garantir vitória

Com menos de um minuto na segunda etapa, Hetemaj cruzou da esquerda, Castro subiu nas costas da defesa e tocou de cabeça, encobrindo Sportiello e virando o jogo. No minuto seguinte, Gamberini teve chance de ampliar após cobrança de escanteio, mas cabeceou por cima.

A Fiorentina teve a chance de empatar aos 5. Após jogada pela direita, Gaspar colocou na área, Biraghi bateu forte, mas a bola explodiu na defesa. Veretout finalizou no rebote, mas mandou por cima. Logo na sequência, Stefano Pioli precisou trocar Chiesa, seu principal jogador, por Gil Dias, por conta de uma lesão.

Aos 9, depois de cruzamento na área, Badelj ficou com o rebote, cruzou para Thereau, que foi travado pela defesa e, na sequência, Simeone tentou finalizar na segunda trave, mas não alcançou. Apesar das tentativas de mudança na Fiorentina, o time teve pouca organização para criar chances e, apesar das 22 finalizações, só teve cinco chutes na direção do gol.

Diante desse panorama, o Chievo não teve grandes dificuldades para segurar sua vitória e, apesar de ter menos posse de bola, conseguiu segurar as chegadas da Viola. E teve chances de ampliar. Aso 20, Hetemaj fez grande jogada pela esquerda, invadiu a área e cruzou rasteiro para Birsa, que apareceu de frente e bateu forte, mas Sportiello segurou.

Desperdiçando inclusive as chances em bolas paradas, a Viola continuou sua sequência ruim na Serie A, com uma derrota que a deixa muito longe da parte mais importante da tabela, enquanto o Chievo continua somando pontos para garantir mais uma temporada tranquila no Italiano.