Thereau marca dois contra ex-time, Fiorentina bate Udinese e quebra sequência ruim

Viola bateu friulanos por 2 a 1 e voltou a vencer após três rodadas na Serie A; brasileiro Samir descontou

Thereau marca dois contra ex-time, Fiorentina bate Udinese e quebra sequência ruim
Foto: Divulgação/ACF Fiorentina
Fiorentina
2 1
Udinese
Fiorentina: Sportiello; Laurini, Pezzella, Astori, Biraghi; Badelj, Veretout, Benassi (Vitor Hugo, min. 76); Chiesa (Eysseric, min. 80), Thereau (Carlos Sánchez, min. 84), Simeone. Técnico: Stefano Pioli
Udinese: Bizzarri; Widmer (Ali Adnan, intervalo), Angella, Nuytinck, Samir; Fofana (Perica, min. 68), Barak, Jankto, de Paul; Lasagna (Ryder Matos, intervalo), Maxi López. Técnico: Luigi Delneri
Placar: 1-0, min. 28, Thereau. 2-0, min. 57, Thereau. 2-1, min. 71, Samir
ÁRBITRO: Massimiliano Irrati, auxiliado por Giuilio Dobosz e Alessandro Giallatini. Amarelos: Veretout (FIO); Samir (UDI)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 8ª rodada da Serie A Tm 2017-18, no Stadio Artemio Franchi, em Florença, Itália

Com um irregular início de temporada na Serie A, a Fiorentina conseguiu quebrar uma sequência de três jogos sem vencer e venceu a Udinese por 2 a 1, no Artemio Franchi. Thereau fez valer a lei do ex e marcou os dois gols da Viola na partida; o brasileiro Samir, ex-Flamengo, descontou.

A Fiorentina subiu para 10 pontos na competição, em oito rodadas, e subiu para o 11º lugar. No próximo domingo (22), visita o lanterna Benevento, às 11h. No mesmo dia, mas às 14h, a Udinese recebe a Juventus. O time de Udine tem apenas seis pontos, em 14º, mas pode terminar a rodada mais próximo da zona de rebaixamento.

Dominante, Viola vai para o intervalo com vantagem

Depois de três partidas sem vencer e apresentando pouca inspiração, a Fiorentina voltou da data Fifa fazendo um primeiro tempo dominante. Com 75% de posse de bola, a Viola finalizou sete vezes, duas na trave, e limitou a Udinese a apenas um chute nos 45 iniciais.

A primeira chance mais clara da Viola veio aos 15. Biraghi cruzou da esquerda, Simeone ganhou no alto e desviou de cabeça, com perigo por cima do gol. Com domínio territorial, os mandantes rondaram a área rival durante praticamente todo o primeiro tempo.

Aos 25, Thereau foi lançado nas costas da defesa, driblou o goleiro, mas acabou saindo da área. Mesmo assim, o centro-avante conseguiu uma finalização improvável de pé esquerdo, mas Angella tirou em cima da linha e bola ainda tocou na trave antes de ser afastada definitivamente.

Porém, três minutos depois, Chiesa cruzou da esquerda, Simeone cabeceou, a bola desviou na defesa e sobrou livre para Thereau, que marcou seu quarto gol na Serie A - dois pela Fiorentina e os outros dois pela própria Udinese antes de trocar de clube.

A vantagem viola quase foi ampliada aos 30. Após passe de Benassi, Simeone invadiu a área e finalizou cruzado, carimbando a trave de Bizzarri. A Viola continuou dominando a partida, sem dar chances para a Udinese, e foi para o intervalo com a vantagem mínima.

Udinese melhora, mas Viola segura vitória

Para a segunda etapa, o técnico Luigi Delneri trocou Widmer e Lasagna por Adnan e Ryder Matos, e a Udinese conseguiu uma melhora na partida. Apesar dessa ligeira melhora, a Viola ampliou aos 12. Veretout roubou a bola no campo de defesa, avançou até a entrada da área e chutou forte. Bizzarri espalmou para o meio e Thereau apareceu livre para marcar outro contra seu ex-time e fazer 2 a 0.

Mesmo após tomar o segundo gol, a Udinese manteve sua tendência de melhora no jogo. Aos 18, Maxi López chegou a marcar após tabela com de Paul, mas a arbitragem de vídeo anulou o gol por impedimento. Mas, aos 26, após um rebote em cobrança da falta, de Paul cruzou para a área e Samir apareceu livre no meio da defesa viola e, em posição legal, tocou no canto de Sportiello para descontar.

Aos 30, a Fiorentina voltou a assustar. Biraghi lançou da esquerda para a direita, Chiesa dominou e chutou forte e cruzado, mas Bizzarri fechou bem o ângulo e espalmou. Preocupado com a presença de área da Udinese, Stefano Pioli colocou o zagueiro Vitor Hugo na vaga de Benassi. Apesar de melhorar a estatura, a alteração fez os visitantes subirem ainda mais seu time.

Pela postura mais conservadora da Fiorentina, a Udinese teve dificuldades para trabalhar jogadas pelo centro do campo, tentou em vários cruzamentos vencer os defensores do time da casa, mas não obteve sucesso, e a Viola comemorou sua terceira vitória na Serie A em oito jogos.