Allegri vê afobação como 'principal inimigo' da Juventus na derrota para a Sampdoria

Treinador italiano atribui derrota à impaciência de sua equipe na criação de jogadas e nas finalizações

Allegri vê afobação como 'principal inimigo' da Juventus na derrota para a Sampdoria
Foto: Loris Roselli/NurPhoto via Getty Images

Precisando de uma vitória para colar novamente no líder Napolia Juventus acabou perdendo para a Sampdoria, em Genova, por 3 a 2. Com Buffon no banco de reservas e sem contar com Barzagli, a equipe de Turim jogou mal, foi facilmente batida e acabou sendo ultrapassada pela Internazionale, que venceu a Atalanta no Estádio Giuseppe Meazza e agora ocupa a segunda colocação.

Em entrevista pós-jogo, Massimiliano Allegri, técnico juventino, afirmou ter gostado da postura de sua equipe durante a primeira etapa, mas reclamou demais da afobação nas conclusões e da falta de equilíbrio e calma após o gol de Zapata, que inaugurou o marcador no Estádio Luigi Ferraris.

''Tudo o que posso dizer é que fizemos um bom primeiro tempo, mas cometemos erros infantis nas finalizações. Era um jogo longo, você precisava manter a calma. Quando tomamos o primeiro gol, deveríamos ter tido paciência e procurado buscar meios para vencer a partida, já que tínhamos 40 minutos de jogo para conquistar os três pontos fora de casa", afirmou.

"Mesmo quando estávamos perdendo, tivemos boas chances de empatar a partida, porém fomos precipitados demais. Perder essa partida foi uma verdadeira bofetada na cara, pois jogamos bem e acabamos sendo surpreendidos pela Sampdoria'', lamentou.

O técnico da Juventus fez uma dura crítica ao volante Sami Khedira, que abandonou a marcação no autor do terceiro gol, Gian Marco Ferrari, para reclamar de um possível toque de mão do atacante Quagliarella, no início da jogada. 

"Se Khedira não estivesse gesticulando, com a mão dele, reclamando de um possível um toque na mão de Quagliarella, certamente não teríamos sofrido o terceiro gol", vociferou o treinador.

Com a derrota para a Sampdoria, a atual campeã da Série A está quatro pontos atrás do Napoli e dois da Internazionale. Nessa terça-feira (21) a equipe bianconera enfrentará o Barcelona pela Uefa Champions League, podendo assumir a primeira colocação do grupo D, caso vença por três gols de diferença e não sofra nenhum.

Já pela Série A, a equipe de Allegri encara o Crotone no próximo domingo (26), no Allianz Stadium. Uma vitória é fundamental para não perder o líder da Serie A de vista, e manter vivo o sonho do heptacampeonato.