"Perdemos o rumo", lamenta Sarri após Napoli ser eliminado da Champions League

Além de se despedir da competição continental, clube napolitano já havia perdido a liderança da Serie A no último fim de semana

"Perdemos o rumo", lamenta Sarri após Napoli ser eliminado da Champions League
Sarri em coletiva pós-jogo, em Roterdã (Foto: Getty Images)

Avassalador no início de temporada e dono do futebol mais bonito da Itália, o Napoli foi do céu ao inferno nos últimos dias. O clube napolitano perdeu sua invencibilidade na Serie A ao ser derrotado pela Juventus, viu a Internazionale tirá-lo da liderança da liga e, nessa quarta-feira (6), foi eliminado da Uefa Champions League.

A equipe de Nápoles foi até a Holanda precisando de uma vitória e torcendo por um tropeço do Shakhtar Donetsk, que enfrentava o Manchester City, mas tudo deu errado. Os holandeses do Feyenoord derrotaram os italianos por 2 a 1, o mesmo placar que deu o triunfo ucraniano pra cima dos citizens

O comandante Maurizio Sarri lamentou a eliminação e falou sobre a chance agora de disputar a Uefa Europa League"Perdemos nosso rumo, no ataque, na defesa, não estamos jogando mais como antes. Nos prejudicamos ao nos importarmos com as notícias do jogo lá na Ucrânia, em termos de mentalidade, esse foi um grande erro. Deveríamos ter jogado pensando somente em nós", disse o técnico.

O Napoli ficou em terceiro do Grupo F, posição que o faz entra à Europa League na fase de 16 avos de final. "A UEL começa em dois ou três meses e é uma competição que devemos jogar com grande determinação", ressaltou.

+ Napoli encerra novela e renova contrato do lateral Ghoulam

Vivendo agora um momento complicado, baseando-se no planejamento para o restante da temporada, Sarri comentou qual o peso da sequência de dois resultados negativos.

"Nós temos que resolver alguns problemas, porque nos últimos dois ou três jogos, o domínio em termos de posse não se traduziu em objetivos ou até mesmo em chances. Não vou dizer que seja preocupante, mas devemos pensar que não houve o mesmo desempenho que vinhamos demonstrando em campo", disse.

"Perdemos confiança porque não jogamos nosso futebol habitual nos últimos três jogos. Embora tenhamos ganhado da Udinese, mesmo assim não foi a mesma performance que costumávamos ter. Poderíamos ter ficado atrás no placar por 3 a 0 na primeira meia hora. Afirmo novamente: o resultado da Ucrânia tirou o vento de nossas velas. Agora é reconhecer os erros e trabalhar para resolver", concluiu.

Agora, o Napoli tenta retomar o caminho das vitórias no próximo domingo (10), quando recebe no San Paolo a Fiorentina.