Gattuso exime jogadores de culpa após nova derrota do Milan: "Eu que mereço tomar no **"

Treinador rossonero ainda disse que não pretende pedir demissão e joga a decisão para a diretoria

Gattuso exime jogadores de culpa após nova derrota do Milan: "Eu que mereço tomar no **"
Gattuso enfrenta dificuldades para engatar com o elenco (Foto: Marco Luzzani/Getty Images)

O torcedor rossonero não conseguiu o presente que desejava neste final de semana próximo ao Natal. Neste sábado (23), o Milan saiu derrotado do San Siro depois de mais uma atuação aquém do que lhe fora esperado durante toda a temporada.

+ Milan sofre com 'lei do ex', joga mal e cai diante da Atalata

Com a derrota por 2 a 0 para a Atalanta, o Diavolo conheceu a sua oitava derrota em 18 jogos, conquistando apenas sete vitórias. A campanha faz com que o Milan amargue a 11ª posição, com 24 pontos, fato que irritou o técnico Gennaro Gattuso na entrevista coletiva após o jogo.

"Eu mereço tomar no*** mais do que os jogadores. Quem sofre a verdadeira pressão sou eu, me sinto responsável pelas derrotas que ocorreram até aqui. Não vou me demitir, quem tem que tomar essa decisão é a diretoria", disparou.

Ainda esbravejando durante a coletiva, Gattuso enxergou problemas além do quesito técnico da equipe, que possui bons nomes, mas não corresponde dentro de campo.

"Hoje eu sou treinador do Milan, e isso é o menor dos problemas. Não é questão de nível físico, mas existe o componente psicológico que vem nos afetando. Quando percebemos que o que estamos fazendo não é o bastante, precisamo pôr nossas cabeças no lugar e nos tornar uma equipe e cometer o menor número de erros possível. Quando digo que não somos uma equipe, falo isso porque é o que eu vejo. Em situações de dificuldade não conseguimos reagir, isso é simples de ver. Não é a culpa do individualismo, e sim, do coletivo", finalizou.

Palavra da diretoria

Com o mercado de janeiro se aproximando, a imprensa começa a especular possíveis reforços para compor o elenco. Entretanto, o diretor de futebol do Milan, Massimilliano Mirabelli, disse que não pensa em fazer mudanças apesar da campanha que o Milan vem fazendo.

"Não pensamos em janeiro, só pensamos em chegar até lá com algumas vitórias para a nossa conta. Pedimos desculpas novamente aos torcedores, assim como pedimos na derrota de domingo passado. Sabíamos que o projeto a longo prazo seria algo difícil com um caminho tortuoso, mas admito que esperávamos menos dificuldades. Agora, não há mais tempo para desculpas pois nos preparamos para o dérbi na Copa Itália dia 27, e os jogadores devem estar focados para o próximo confronto do que com planejamento de mercado de inverno", declarou Mirabelli.