Hamsík marca pelo terceiro jogo seguido, Napoli vence Crotone e fecha 2017 na liderança

Apesar de atuação relativamente fraca da equipe comandada por Maurizio Sarri, camisa 17 marcou o gol da vitória da equipe napolitana que iniciará 2018 na ponta da tabela

Hamsík marca pelo terceiro jogo seguido, Napoli vence Crotone e fecha 2017 na liderança
Hamsík (#17) comemorando gol contra o Crotone (Foto: Getty Images)
Crotone
0 1
Napoli

Certamente hoje é um dia muito especial para o torcedor napolitano e para o eslovaco Hamsík. O eslovaco garantiu o Napoli como campeão do primeiro turno na Serie A, marcando o único gol da vitória sobre o Crotone, pela 19ª rodada. O capitão recebeu uma linda homenagem com um patch estampado na camisa, após superar o recorde do argentino Diego Maradona como maior artilheiro da história do clube, marcando 117 gols pelos pertenopei.

Com um futebol envolvente, o Napoli conseguiu terminar o primeiro turno com 15 vitórias, três empates e apenas uma derrota - contra a Juventus. Encerrando o ano com chave de ouro e no topo da tabela, o time volta em campo no dia 2, para enfrentar a Atalanta pelas quartas-de-final na Copa Itália, diante de sua torcida. Agora com 48 pontos, caso a Juventus tropece contra o Hellas Verona neste sábado (30), os napolitanos ficarão quatro pontos a frente da atual campeã italiana. Já o Crotone é o 18º colocado, com 15 pontos, volta a campo no sábado (6/1), às 12h, contra o Milan, fora de casa.

No início do primeiro tempo, a equipe da casa optou por uma marcação adiantada, porém com toques rápidos o Napoli conseguiu controlar a posse da bola. Aos 16, Allan encontrou Hamsík livre, que com chute rasteiro no canto, não deu chances de defesa para o goleiro Cordaz e abriu o placar. Após o gol, o time de Sarri buscou a todo custo ampliar a vantagem, porém, o Cordaz fez grandes defesas e evitou o segundo gol dos napolitanos.

Já no segundo tempo, o Crotone buscou responder na mesma moeda e foi em busca do gol de empate, que quase saiu dos pés de Trotta após Pepe Reina estar adiantado, porém o espanhol com uma mão só fez grande defesa e evitou o gol. Com o belga Mertens bem abaixo e anulado pela defesa do time calabrês, Insigne e Callejón foram mais participativos e tentaram a todo custo ampliar a vantagem e carimbar a vitória.

Nos minutos finais o time da casa foi para o tudo ou nada e exigiu grandes defesas do goleiro espanhol, que fez duas grandes defesas. Aos 43 minutos Diawara arriscou de longe e, no rebote, Callejón chutou cruzado que pararam em Cordaz.