Mesmo com vitória, Allegri crítica atuação da Juventus diante do Verona, mas exalta Dybala

Atacante argentino vinha rendendo abaixo de seu esperado nos últimos jogos

Mesmo com vitória, Allegri crítica atuação da Juventus diante do Verona, mas exalta Dybala
Allegri vem oscilando com alguns resultados na temporada e cobra correções imediatas (Foto: Alessandro Sabattini/Getty Images)

O último sábado (30) de 2017 acabou bem para a Juventus. Depois de vencerem a Roma no último final de semana, a Vecchia Signora comemorou mais um triunfo, quando despachou o Hellas Verona por 3 a 1 fora de casa.

+ Dybala brilha, Juventus vence e quebra tabu de uma década contra o Hellas Verona

Após a partida, o técnico Massimiliano Allegri concedeu entrevista coletiva e se mostrou um tanto que irritado pelo desempenho da equipe, que, embora tenha vencido com uma certa folga, não agradou o comandante dos bianconeri.

"Todos nós sabemos que não tivemos uma boa performance. Nós colocamos o jogo em risco depois de começarmos em um ritmo muito forte, porque diminuímos depois, cometemos muitos erros, e perdemos a bola em diversas vezes, é algo que temos que corrigir", avisou.

Um dos grandes destaques da vitória bianconera em Verona foi atacante Paulo Dybala, que voltou a ser titular da equipe após algumas partidas no banco de reservas. Allegri comentou o desempenho do camisa 10.

"Foi importante ver Paulo encontrando as redes novamente. Depois do primeiro gol, ele começou a jogar e a aparecer mais na partida. Ele está passando por um momento delicado onde as coisas simplesmente não aconteciam. Depois do gol, ele passou a bater faltas melhores também. Isso mostra que o psicológico é tudo no futebol e confiança é a chave para o sucesso", disse Allegri.

Perseguindo o Napoli, que lidera a Série A com apenas um ponto de diferença, Allegri se mostrou cauteloso quanto a segunda metade da temporada; mas também confiante quanto ao ano que vem.

"Todos nós esperamos que a segunda metade a Juventus consiga continuar perseguindo as três primeiras posições. Ganhar fora não é fácil, mas nós temos alguns confrontos decisivos fora de casa. Este será o nosso momento mais difícil na temporada, precisamos nos preparar psicologicamente para esses desafios", finalizou.