Presidente da Roma, Pallotta admite que não gostava de futebol: "Achava horrível"

James Pallotta deu detalhes a respeito do projeto do estádio

Presidente da Roma, Pallotta admite que não gostava de futebol: "Achava horrível"
Foto: NurPhoto/Getty Images

A Roma deixará o estádio Olímpico nos próximos anos. Com o aval da Prefeitura, os gialorrossi esperam iniciar a construção do novo estádio ainda neste ano. James Pallotta, presidente da Roma, veio a público falar um pouco mais sobre o processo para a construção do Stadio Della Roma.

"Não é possível construir uma marca global sem ter o próprio estádio. Todos em Roma querem esse estádio - exceto os fãs da Lazio e eles vão ter que jogar lá uma vez por ano. Com certeza será o novo Coliseu", disse.

Apesar do aval para a construção, o mandatário afirmou que ainda é necessário decidir os detalhes finais.

"No norte da Itália eles não brigam muito [em dérbis], mas no sul, como em Nápoles e Roma, os problemas de segurança são muito significativos. Nós estamos perdendo muito tempo decidindo quais medidas de segurança serão adotadas, qual tipo de reconhecimento facial usaremos dentro do estádio [para identificar os torcedores", comentou.

James Pallotta comprou a Roma em 2012, mesmo ano em que o mandatário assumiu o comando do clube gialorrosso. Apesar de ser presidente da Roma, o norte-americano revelou que passou a gostar de futebol há apenas cinco anos.

"Até cinco anos atrás, eu pensava que o futebol era um esporte horrível. Agora eu sou doido por futebol", ressaltou.