Vice-capitão da Inter, Miranda acha difícil retorno ao Brasil, mas prioriza o São Paulo

Zagueiro tem contrato até 30 de junho com o clube italiano

Vice-capitão da Inter, Miranda acha difícil retorno ao Brasil, mas prioriza o São Paulo
Miranda em ação pela Inter (Foto: Massimiliano Ferraro/Getty Images)

Um dos pilares da Internazionale, o zagueiro Miranda tem sido alvo de especulações no futebol brasileiro. O jogador de 33 anos, que atua no exterior desde 2011 e é um dos titulares da Seleção Brasileira, não acredita que irá retornar ao Brasil, mas trata o São Paulo como favorito e não descarta outras equipes.

Em entrevista ao Esporte Interativo, o vice-capitão da Inter afirmou que considera difícil uma possível volta a solo brasileiro. No entanto, ele prioriza o São Paulo, onde foi tricampeão brasileiro em 2006, 2007 e 2008, sendo um dos principais nomes das conquistas.

"Pela minha história, sim. O São Paulo é um dos clubes que eu joguei e mais tenho carinho, mas sou um cara profissional. Se um dia tiver que retornar a jogar no Br​asil, coisa que eu acho muito difícil, poderia sim jogar em outro time. Mas a prioridade sempre será o São Paulo", disse o xerife.

Com contrato até 30 de junho de 2018 pela Inter, o zagueiro pode assinar pré-contrato com outra equipe. Recentemente ligado ao Palmeiras, ele elogiou o clube alviverde, mas pretende respeitar o contrato com os italianos.

"Acho difícil acontecer. Eu tenho um contrato com a Inter e vou procurar respeitar. A partir do momento em que eu tenho um contrato, não posso falar de outro clube. Pra mim, é um pouco de falta de ética. O Palmeiras é um grande clube, assim como o São Paulo e, com certeza, é um clube que cresceu muito e é uma das potências no Brasil", concluiu.