Com gol de Mertens, Napoli bate Atalanta fora de casa e segue líder da Serie A

Equipe do Sul da Itália encontrou dificuldades para romper o forte sistema defensivo da equipe de Bérgamo

Com gol de Mertens, Napoli bate Atalanta fora de casa e segue líder da Serie A
Mertens marcou o único gol da partida (Foto: Valerio Pennicino/Getty Images)
Atalanta
0 1
Napoli
Atalanta: Berisha; Toloi (Orsolini, min. 78), Caldara, Masiello; Hateboer, Cristante, Freuler, Spinazzola Gosens, min. 61); Ilicic (Haas, min. 71); Cornelius, Gómez. Técnico: Gian Piero Gasperini.
Napoli: Reina; Hysaj, Albiol, Koulibaly, Mario Rui; Allan, Jorginho, Zielinski (Rog, min, 85); Callejon (Maggio, min. 90), Mertens, Insigne (Hamsík, min. 73). Técnico: Maurizio Sarri.
Placar: 0-1, min. 65, Mertens.
ÁRBITRO: Cartões amarelos: Mário Rui (min. 24).
INCIDENCIAS: PARTIDA VÁLIDA PELA 21ª RODADA DA SERIE A, REALIZADA NO ESTÁDIO ATLETI AZZURRI D'ITALIA, EM BÉRGAMO, ITÁLIA.

O Napoli visitou a equipe da Atalanta na manhã deste domingo (21), em Bérgamo, pela 21ª rodada da Serie A, e saiu vencedor pelo placar de 1 a 0. O gol foi marcado pelo atacante Dries Mertens.

Com o resultado, a equipe do Sul da Itália fez a manutenção da liderança da Serie A, e agora espera o resultado da vice líder Juventus, que recebe o Genoa nesta segunda-feira (22), que tenta diminuir a vantagem do Napoli para apenas um ponto.

A Atalanta entra em campo novamente no próximo domingo (28), quando visita o Sassuolo na Città Del Tricolore. Já o Napoli recebe o Bologna diante de sua torcida, também no domingo. As partidas serão válidas pela 21ª rodada da Serie A.

Primeiro tempo muito amarrado e sem chances para ambos os lados

No momento em que a bola rolou no Atleti Azzurri D’Italia, sabíamos que veríamos um grande confronto. O treinador da Atalanta, Gian Piero Gasperini, tem sido uma pedra no caminho do comandante do Napoli, Maurizio Sarri. Nessa mesma temporada a equipe de Bérgamo eliminou o Napoli na Copa Itália dentro do San Paolo.

Em campo o que vimos foi um duelo tático entre os dois técnicos. A equipe da casa adiantou sua marcação, dificultando a saída de bola dos líderes, e prejudicando a principal característica da equipe: a troca de passes envolvente. Entretanto, o Napoli era seguro atrás, liderado por Kalidou Koulibaly, e também não dava espaços para a Atalanta.

A ausência de Marek Hamsík atrapalhou a produção ofensiva dos azzurri, que não renderam o mesmo com o substituto Zielinksi. Mertens, assim como tem sido nos últimos jogos, ficou preso entre os zagueiros e pouco pode ajudar na primeira etapa. Com muito estudo e respeito mutuo, não ocorreu nenhuma chance de gol para nenhum dos clubes no primeiro tempo.

Um lance de qualidade técnica decide o jogo para o Napoli

A segunda etapa trouxe mais emoção ao jogo, e tanto Atalanta quanto Napoli abriram mais suas equipes buscando o tento. Aos 53 minutos, após cruzamento na segunda trave, Callejón cabeceou à queima roupa, e obrigou Berisha a realizar grande defesa. No rebote, Masiello tirou a bola em cima da linha, evitando que Dries Mertens marcasse.

O jogo seguiu com troca de ataques, e aos 65 minutos o espanhol Callejón descolou um lindo lançamento para o atacante Dries Mertens, que com calma, bateu forte no canto superior do goleiro, abrindo o placar em Bérgamo.

O gol do Napoli obrigou a Atalanta a abrir mão de um jogo mais defensivo, e o clube da casa partiu pra cima, exercendo uma pressão em alguns momentos dos minutos finais da partida. Aos 71, Cristante acertou um belo chute da entrada da área, obrigando Pepe Reina a realizar uma grande defesa para manter os partenopei na frente do placar. Já mais recuado e buscando contra-golpes, o Napoli se via um pouco acuado em campo. Aos 83, Mertens tentou o gol que Pelé não fez, arriscando um chute do meio da rua, que passou ao lado da trave de Berisha. A essa altura da partida a Atalanta ensaiva uma pressão dentro do campo do Napoli, que tinha as melhores oportunidades no contra-ataque. Aos 85, Mertens fez linda jogada na entrada da área e serviu Hamsík, que havia entrada minutos antes. O maior artilheiro da história do Napoli acabou isolando.

Já nos acréscimos, os visitantes ainda tiveram a chance de aumentar o marcador e confirmar a vitória, novamente com Marek Hamsík. O capitão recebeu a bola após boa trama de passes com Mertens e bateu no canto, marcando o que seria o gol decisivo do triunfo. Porém, a arbitragem pegou um impedimento do eslovaco, que estava com o corpo à frente do adversário na hora que recebeu o passe. Após isso, a Atalanta não teve tempo de tentar mais nada, e a vitória ficou com os comandados de Sarri.