Serie A: tudo que você precisa saber sobre Chievo e Juventus, pela 22° rodada da Serie A

Time veronês precisa da vitória para se livrar da fase negativa, enquanto a Vecchia Signora conta com o retrospecto positivo para se manter na perseguição ao líder Napoli

Serie A: tudo que você precisa saber sobre Chievo e Juventus, pela 22° rodada da Serie A
Chievo vem de retrospecto negativo contra a Juventus e na temporada atual (Foto: NurPhoto/Getty Images)
Chievo
Juventus
Chievo: Sorrentino; Cacciatore; Cesar; Tomovic; Gobbi; Hetemaj; Randanovic; Bastien; Birsa; Pellisier; Pucciarelli. Técnico: Rolando Maran.
Juventus: Szczęsny; Chiellini; Benatia; De Sciglio; Alex Sandro; Matuidi; Pjanic; Khedira; Douglas Costa; Bernardeschi; Higuaín. Técnico: Massimiliano Allegri
INCIDENCIAS: Partida entre Chievo e Juventus, válida pela 22° rodada da Serie A, no estádio Marc'Antonio Bentegodi, em Verona.

Começa, neste último sábado (27) de janeiro, a 22° rodada da Serie A. O principal jogo do dia fica por conta de Chievo e Juventus, que medem forças no estádio Marc'Antonio Bentegodi, em Verona, às 17h45 (de Brasília).

Os donos da casa vivem um momento conturbado, ocupando a 13° posição na tabela. Os gialloblù não vencem há sete jogos. A derrota mais recente ocorreu na de goleada de 5 a 1 diante da Lazio, no último domingo, em Roma. Já os bianconeri vivem um momento oposto, vencendo os último cinco jogos. A última derrota fora de casa ocorreu em 19 de novembro de 2017, quando foram derrotados por 3 a 2 para a Sampdoria, em Gênova. De lá pra cá, a equipe de Turim até chegou a empatar, mas não perdeu mais. 

Histórico do confronto

Nos últimos onze confrontos entre as duas equipes a Juventus venceu dez enquanto o Chievo empatou o outro. Em setembro de 2017, no primeiro turno da Serie A, a equipe de Verona foi à Turim visitar a Vecchia Signora e saiu derrotada sofrendo um 3 a 0, com gols de Perparim Hetemaj, contra, além de Higuaín e Dybala completarem o placar. 

Além do histórico positivo, a Juventus não sofre gol do Chievo há cinco jogos que foram disputados entre ambas as equipes. Além do retrospecto defensivo, a Juventus, que não vem marcando muitos gols  nos últimos jogos, pode ampliar no seu saldo se manter o que vem apresentando em jogos contra os mussi volanti. Os bianconeri marcaram pelo menos dois gols contra o adversário deste sábado nas últimas quatro partidas.

Preparação das equipes e escalações previstas

Com desfalques importantes, o técnico Massimiliano Allegri deve escalar uma equipe mista, visto que Buffon voltou a treinar com a equipe, mas não estará presente na meta juventina. Entretanto, Gianluigi aparece na lista dos 20 relacionados e deve marcar presença no banco de reservas.

+ Recuperado de lesão, Buffon diz sentir 'vontade de competir' e admite adiar aposentadoria

Além do ícone da Juventus, Juan Cuadrado está lesionado e irá à Alemanha para consultar um médico especialista que deve analisar se será necessária uma cirurgia no púbis.

Para o lugar do goleiro, Wojciech  Szczęsny deve seguir debaixo das traves. Enquanto que para o lugar do colombiano, Bernardeschi deve ocupar a posição. Em entrevista coletiva, Allegri mencionou que pode inverter a posição do atacante italiano com o brasileiro, Douglas Costa.

Portanto, a Juventus deve vir escalada em um 4-3-3 com: Szczęsny; Chiellini; Benatia; De Sciglio; Alex Sandro; Matuidi; Pjanic; Khedira; Douglas Costa; Bernardeschi; Higuaín. 

Enquanto que do lado dos donos da casa, o meia-atacante Lucas Castro e Roberto Iglese são os desfalques na equipe titular. Iglese, atacante italiano é o principal destaque da equipe de Verona, visto que já marcou sete gols em 18 jogos, além de conceder duas assistências. Castro, que também é peça fundamental ao lado de Valter Birsa, têm números mais modestos quando se fala em gol. O argentino anotou apenas dois gols nas 13 aparições na Serie A.

Os donos da casa vêm em um 4-3-1-2 com: Sorrentino; Cacciatore; Cesar; Tomovic; Gobbi; Hetemaj; Randanovic; Bastien; Birsa; Pellisier; Pucciarelli.