Ídolo no Milan, Maldini critica projeto do clube: "Não parece muito promissor"

Ex-zagueiro não acredita que a agremiação possa voltar a ser grande tão cedo sob nova administração

Ídolo no Milan, Maldini critica projeto do clube: "Não parece muito promissor"
Maldini comentou sobre situação do Milan (Foto: Pier Marco Tacca/Getty Images)

Uma das maiores lendas do Milan e do futebol mundial, Paolo Maldini voltou a criticar abertamente a diretoria de seu ex-clube. Em entrevista concedida à Radio 24, o ex-capitão rossonero explicou porque não tem esperança que o Diavolo volte a ser um dos grandes do futebol.

Após ser adquirido pelo investidor chinês Li Yonghong no primeiro semestre de 2017, o Milan esteve com muita expectativa em torno do seu investimento em jogadores. Mas mesmo após gastar mais de € 200 milhões na última janela de transferências, os resultados não foram o esperado. Desacreditado com o rendimento da equipe até aqui, Maldini comentou sobre o projeto.

"Não tenho absolutamente nenhuma ideia do que o Milan se tornará novamente, mas não parece muito promissor esse novo projeto por enquanto. Infelizmente aguardamos muito tempo", avaliou.

+ Lenda do Milan, Paolo Maldini não pensa em trabalhar no clube: "Ainda tenho dúvidas"

Apesar das críticas à nova administração do Diavolo, o ex-zagueiro não isentou Silvio Berlusconi da culpa pela atual situação. O ex-mandatário esteve à frente do clube durante 31 anos e teve papel fundamental em várias decisões no Milan. De acordo com Maldini, um dos principais fatores foi a perda da mentalidade vencedora dos anos anteriores.

"Tudo começou sob o Berlusconi, então não é apenas um problema causado pelos novos diretores. O problema é que quanto mais você estiver longe do topo, mais anos demorará para chegar lá", afirmou.

"A mentalidade vencedora e a aura que eles tinham foram perdidas ao longo do caminho, e o investimento deve ser duplicado a cada ano para compensá-lo", concluiu.

Após ter vivido em uma das melhores fases do Milan no futebol, Maldini falou sobre o problema do time não conseguir se manter mais entre os principais clubes do futebol europeu. Sem conseguir classificações para competições europeias, os rossoneri perderam seu posto entre os melhores do Velho Continente.

"Na minha opinião, há cinco anos, o Milan estava entre os cinco melhores clubes da Europa. Eles caíram lentamente e os investimentos que já deveriam ter sido feitos agora são dez vezes mais", afirmou.