Após derrota de virada, Guus Hiddink lamenta: "Estou desapontado com o resultado"

Técnico do Chelsea também comentou sobre este jogo podendo ser o último de John Terry com a camisa do Chelsea

Após derrota de virada, Guus Hiddink lamenta: "Estou desapontado com o resultado"
Hiddink lamentou o fato do Chelsea não ter matado o jogo (Foto: Divulgação/Chelsea)

Neste sábado (7), o Chelsea visitou o Sunderland, no Stadium of Light  e perdou por 3 a 2 de virada. Aos 14 minutos, Diego Costa abriu o placar para os visitantes, Khazri empatou as 41', ainda no primeiro tempo, Matic desempatou para o Chelsea aos 45', Borini empatou novamente aos 22' do segundo tempo e aos 25', Defoe virou para o Sunderland e fechou o placar da partida.

Com o resultado, o Sunderland fica mais perto de fugir do rebaixamento do Campeonato Inglês. Agora, o Sunderland precisa vencer apenas um jogo dos dois que restam - Everton (c) e Watford (f) - com isso, selaria o rebaixamento do seu maior rival, o Newcastle. Já o Chelsea, permanece na 9ª posição e apenas corre risco de perder mais posições.

Após a partida, Guus Hiddink concedeu entrevista coletiva e falou sobre o jogo: "Estou desapontado, claro, com o resultado. Nós gostamos de ganhar cada jogo e nem sempre é possível. Deveríamos ter marcado mais na primeira meia hora e fez dois ou três a zero. Nós estávamos jogando muito bem, mas não materializamos as nossas chances e por isso convidou-os para o jogo, e eles empataram, fazendo 1-1."

"A equipe reagiu a esse ponto muito bem a fazer o 2-1 rapidamente. Então, nós tivemos duas ou três chances abertas no segundo tempo para tornar o 3-1. Nós não fizemos isso e deixamos entrar para o jogo. Convidamos para obter nova energia. Nós não matamos e isso é a única coisa que eu posso criticar. Eles foram enérgicos e muito bem apoiados por sua torcida para conseguir a vitória que é enorme para eles", disse o técnico.

Hiddink comentou sobre este jogo ser o possível último jogo de John Terry pela camisa do Chelsea. O zagueiro inglês foi expulso com o segundo amarelo aos 90' e Terry já teve outra expulsão em outra partida do Campeonato Inglês e ainda não teve sua renovação de contrato oficializada, nem existe rumores se acontecerá a renovação. Logo, ele ficará fora de uma partida por suspensão automática dos dois cartões amarelos e outra partida por ser a segunda expulsão.

"Eu não sei. É triste que ele foi expulso por um segundo cartão amarelo. Eu acho que o árbitro estava muito perto do incidente. Normalmente dizemos que o árbitro deve estar perto do que pode acontecer, mas eu acho que ele estava muito perto e ele teve uma reação impulsiva para dar o cartão amarelo. Com um pouco mais longe, talvez 10 jardas mais, ele poderia ter pensado 'ei, esses dois caras foram intensamente durante um duelo'. Foi um jogo intenso e você tem que considerar isso. Foi um bom duelo entre os dois jogadores, não houve qualquer intenção de ferir. Foi uma decisão dura e pela regra. Eu acho que ele está suspenso por dois jogos, porque isso é o seu segundo cartão vermelho."

"Claro que não sei o que o seu futuro é, neste momento. É triste que ele não vai participar no nosso último jogo em casa, o jogo contra o Leicester, os campeões, um tempo de festa, vamos dizer."

O Chelsea volta a campo na próxima quarta feira (11) contra o Liverpool, em Anfield, em uma partida que havia sido adiada.