City fica no empate com Arsenal no Etihad e vê vaga na Champions League ameaçada

Citizens podem perder a quarta posição para o United já no meio de semana; com o resultado, Gunners asseguram vaga na UCL

City fica no empate com Arsenal no Etihad e vê vaga na Champions League ameaçada
(Foto: Divulgação/Arsenal FC)
Manchester City
2 2
Arsenal
Manchester City: Hart; Sagna, Otamendi, Mangala, Clichy; Fernando (79' Yaya Touré), Fernandinho; Navas (74' Bony), Iheanacho (71' Sterling), De Bruyne; Aguero
Arsenal: Cech; Bellerín, Koscielny, Gabriel Paulista, Monreal; Ramsey, Elneny (76' Coquelin); Welbeck (24' Wilshere), Iwobi (59' Walcott), Sánchez; Giroud
Placar: 7' Aguero (MCI), 9, Giroud (ARS), 51' De Bruyne (MCI), 68' Sánchez (ARS)
ÁRBITRO: Anthony Taylor | AMARELOS: 71' Gabriel Paulista (ARS), 91' Fernandinho (MCI), 90' Otamendi (MCI)
INCIDENCIAS: Partida válida pela trigésima sétima rodada da Barclays Premier League realizada no Etihad Stadium em Manchester, Inglaterra

Na tarde deste domingo (8), o Arsenal deu um importante passo para conquistar a vaga para próxima Uefa Champions League. Em partida válida pela trigésima sétima rodada da Barclays Premier League, os gunners seguraram o empate contra o Manchester City em pleno o Etihad Stadium. Precisando da vitória, o City pressionou mais durante toda a partida, ficou na frente do marcador duas vezes, com Aguero e De Bruyne, mas permitiu o empate por dois a dois ao final do jogo, levando gols de Giroud e Sánchez.

O Manchester City, na quarta colocação, precisa de vencer na última rodada o Swansea e torcer para seu rival Manchester United perder uma das duas que tem a realizar, para conseguir a vaga na Champions League. Já a situação do Arsenal é bem mais confortável. Se empatar com o já rebaixado Aston Villa em casa, já garante a vaga.

City domina primeiro tempo, mas fica no empate

Precisando da vitória, o City começou pressionando o Arsenal. Marcou no campo de ataque, impedindo os gunners de passar do meio campo. E com sete minutos de jogo a pressão gerou resultado. Após um cruzamento de Navas, a bola sobrou para Aguero, que fintou seu marcador e chutou no canto de Cech, abrindo o marcador.

Porém, no lance seguinte o Arsenal foi ao ataque. Iwobi fez o cruzamento, e Clichy tentou o recuo de cabeça e quase marcou contra, acertando a trave e indo para escanteio. Na cobrança, Elneny mandou na cabeça de Giroud, que cabeceou forte e empatou a partida para o Arsenal.

Após sofrer o gol, o City voltou a pressionar. Aos 16, Fernando fez boa jogada, invadiu a área e tocou para Aguero. O argentino tentou o arremate, mas a zaga conseguiu desviar para escanteio. Depois desse ataque a pressão dos citizens não foi igual a inicial. Com isso a partida passou a ser mais disputada no meio campo.

Jogadas de perigo só voltaram a surgir somente em contra ataques e escanteios, mas sempre com as defesas sobressaindo. Entrando nos dez minutos finais, os donos da casa passaram a pressionar mais, com Fernando fazendo várias roubadas de bola e puxando os ataques do City.

Etapa final reflexo da primeira

Segundo tempo começou da mesma forma que acabou a primeira etapa, com pressão do City. E, da mesma forma que o primeiro, o gol surgiu logo nos minutos iniciais da etapa. Aos 6, De Bruyne fez jogada individual, carregou da esquerda pro meio e chutou no canto, colocando o City a frente do placar.

Após sofrer o gol, o Arsenal mudou de postura e passou a levar mais perigo. Aos 11, quase os gunners empataram. Giroud tabelou com Walcott e deixou o inglês cara a cara com Hart, mas finalizou torto. Porém, um minuto depois o gol surgiu. Sánchez recebeu na intermediária, carregou pelo meio e tocou para Giroud. O atacante fez o pivô, deixando o chileno de frente para o gol. O camisa 17 só tirou de Hart para fazer o gol de empate.

Precisando da vitória o City foi para o ataque e começou a levar perigo. Aos 29, Aguero tabelou com De Bruyne e saiu cara a cara com Cech. Tentou o arremate de primeira e a bola passou raspando a trave. Já chegando ao final da partida, Clichy ergueu a bola na área e Bony chutou de primeira acertando o travessão.