Arsenal e Aston Villa se enfrentam no encerramento da Premier League

As equipes tiveram temporadas distintas, mas jogo final não significa muito para ambas

Arsenal e Aston Villa se enfrentam no encerramento da Premier League
Foto: Getty Images / Sport Clive Mason
Arsenal
Aston Villa
Arsenal: Cech; Bellerin, Koscielny, Gabriel, Monreal; Ramsey, Elneny; Sanchez, Ozil, Iwobi; Giroud
Aston Villa: Bunn; Hutton, Toner, Clark, Lescott, Cissokho; Sanchez, Gueye, Westwood; Ayew, Gestede
INCIDENCIAS: Partida válida pela 38º rodada da Premier League. A ser realizada no Emirates Stadium.

Pela rodada final da Premier League, Arsenal recebe o já rebaixado, Aston Villa neste domingo(15). O jogo será realizado no Emirates Stadium às 11H. No geral, a partida não vale muita coisa.  Tanto os Gunners como os Villans, já tem seu destino e colocação, praticamente, encaminhadas.

O Arsenal ocupa a 3º posição, que garante classificação direta para a fase de grupo da Champions League. Para os Gunners assumirem a segunda posição, o Tottenham tem que perder sua partida contra o já rebaixado Newcastle e o Arsenal vencer o Aston Villa. Os Gunners, porém, podem terminar em 4º colocado, que não dá classificação direta para Champions League. Para isso acontecer, o Manchester City precisa vencer o Swansea fora de casa.

Para o Aston Villa, o jogo vale apenas para conseguir sua 4 vitória em toda a competição e chegar aos 20 pontos, terminando a temporada na lanterna da Premier League. Além dos dados dessa temporada, a história de confronto entre as duas equipes indica o favoritismo para os Gunners. No primeiro turno, o Arsenal foi a Birmingham e bateu os Villans por 2-0.  Contando com a partida desta temporada, o time do norte de Londres bateu o Aston Villa nas últimas cinco vezes em que se enfrentaram. Nessa conta, incluindo a vitória na final da FA Cup do ano anterior, onde o Arsenal venceu por 4-0.

Arsenal tentará manter o tabu de terminar a frente do Tottenham

Apesar de os números indicarem que a temporada Gunner foi oposta ao do Aston Villa, a torcida do Arsenal também teve decepções. Em um campeonato que os Gunners permaneceram na briga do título, não conquistado há mais de 10 anos, a queda da equipe de Arsène Wenger no ano de 2016 foi brusca. Os Gunners viraram 2015 para 2016 como líderes, mas começaram a tropeçar e viram suas chances de troféu desaparecerem.

Porém, ainda há a chance de conquistar o “troféu de consolação” para a torcida. Há 20 anos, o Tottenham não termina a frente do Arsenal na tabela da Premier League. Isso, porém, pode acabar nesse domingo dependendo das combinações de resultados. A partida será, também, a provável despedida de alguns jogadores do clube, Arteta e Rozicky. Ambos tem seus contratos finalizados nesta temporada e podem fazer seu último jogo com a camisa do Arsenal.

Wenger classificou a temporada como “estranha” e disse estar desapontado com a forma que a temporada terminou. “Foi uma temporada estranha. Estamos desapontados porque sentimos que tínhamos a chance de conquistar um título”, disse o treinador. “Não tem como não se desapontar, claro que estamos tristes, mas o Leicester teve uma temporada muito consistente e o resto dos times tiveram altos e baixos”, completou. Wenger negou especulações de renovação de contrato dele com o Arsenal durante a coletiva de imprensa. O contrato dele tem final em Julho de 2017, mas já foi especulada uma possível saída.

Aston Villa quer terminar temporada terrível com vitória

Em uma temporada terrível do time, com trocas de técnicos e apenas 3 vitórias em 37 rodadas, quase nada, ou nada, deu certo pros Villans. 27 derrotas, saldo de gols negativo em 45 e oito empates, o Aston Villa só não venceu menos vezes em uma temporada que o Derby County, em 2007-08. A equipe só esteve na frente no placar em oito partidas na temporada. Além disso, Aston Villa é o único time na Premier League que não marcou mais de duas vezes na partida.

Números apenas constatam o que, de fato, não foi um bom campeonato para o time de Birmingham.  Como positivo para o Villa, o Arsenal não vem jogado bem e tem tido problemas contra times inferiores a ele na tabela de classificação. Exemplos de Crystal Palace e Sunderland. Os Gunners empataram em ambas partidas, perdendo pontos que eram, na teoria, fáceis.  

Quatro treinadores passaram pelo comando do Villa nesta temporada, o último é Erick Black, que estará no comando da equipe neste domingo. Mesmo com os números sugerindo o contrário, ele acha que o jogo final é importante para a equipe. “Eles vão estar de olho para passar o Tottenham. Precisaremos ser bastante atentos na defesa. É um jogo que significa algo para o Arsenal e deve significar algo para nós também. Esse jogo final é um grande desafio, mas é um que estamos esperando ansiosamente”, disse o treinador.