Hull City leva sufoco do Derby County em casa, mas vai à final dos playoffs da Championship

Tigers levaram pressão dos Rams, que foram para cima desde o início, tentando fazer o milagre, mas sem sucesso: visitantes venceram por 2 a 0, perdendo por 3 a 2 no agregado

Hull City leva sufoco do Derby County em casa, mas vai à final dos playoffs da Championship
Largo resultado na ida garantiu Tigers na final dos playoffs (Foto: Laurence Griffiths/Getty Images)
Hull City
0 2
Derby County
Hull City: Jakupovic, Davies, Odubajo, Dawson, Robertson, Livermore, Elmohamady, Snodgrass (Maguire, min. 90+5'), Huddlestone (Meyler, min 52'), Hernández, Diamé (Clucas, min 90+2'). Técnico: Steve Bruce
Derby County : Carson, Christie, Olsson (Camara, min. 90'), Keogh,Shackell, Bryson, Hendrick, Hughes, Weimann (Ince, min. 60'), Martin, Russell (Bent, min. 83'). Técnico: Darren Wassall
Placar: 0-1, min. 7, Russell. 0-2, min. 36, Robertson (GC).
ÁRBITRO: Michael Oliver. Amarelos: Snodgrass 21', Livermore 30', Odubajo 50', Shackell 56', Hendrick 83'.
INCIDENCIAS: partida de volta das semifinais do playoff de acesso da championship, jogado no KC Stadium, em Hull, Inglaterra.

Na tarde desta terça-feira (17), Hull City e Derby County jogaram no KC Stadium, na cidade de Hull, pela partida de volta da semifinal do playoff de acesso da Championship, a segunda divisão da Inglaterra. Após vencer por 3 a 0 na casa do adversário, os Tigers perderam por 2 a 0 e, apesar do susto, consquistaram a vaga na final em Wembley. Russell e um gol contra de Robertson foram os que foram à súmula como os marcadores dos dois gols da partida. 

Com a vitória, o Hull enfrentará o Sheffield Wednesday, que eliminou o Brighton na outra semifinal, no próximo dia 28 para decidirem quem será o último clube a ir para a Premier League na temporada que vem. Burnley e Middlesbrough já conseguiram os seus lugares de maneira direta (primeiro e segundo, respectivamente). Vale ressaltar a importância que esse jogo terá, devido ao grande salto financeiro de quem estiver na primeira divisão a partir do próximo ano.

Derby consegue iniciar uma reação e abre dois de diferença na primeira etapa

A partida começou com o Derby buscando bons espaços e chances para tentar o milagre da classificação, visto que estava bem atrás do marcador. Nos primeiros minutos, grandes chances não foram efetivadas por nenhum dos times, tendo visto o primeiro chute de maior perigo vindo dos pés de Russell, que chutou forte de fora da área aos seis minutos, mas não conseguiu obter sucesso, vendo a bola subir muito por cima do gol.

Aos sete minutos, no entanto, os visitantes conseguiram mexer no marcador pela primeira vez e deixar o jogo com um fogo inicial não tão previsto. Russell foi o marcador da vez ao fazer o gol próximo das redes depois de grande jogada de Christie e Martin em conjunto. Ainda com o resultado nas mãos, os donos da casa não conseguiram impor pressão no começo do jogo, tendo como principal jogada de perigo nos primeiros 20 minutos um cruzamento que passou na frente do gol.

Depois de uma série de tentativas sem sucesso de criação de chances pelo lado do Derby, a equipe conseguiu dois chutes por cima do gol, um de fora da área e outro em cobrança de falta. Aos 31 minutos, no entanto, Livermore consegue ter espaço para um chute desviado, indo para a linha de fundo do adversário. Cinco minutos depois, os Rams conseguiram fazer o segundo gol na partida: depois de cruzamento vindo da esquerda, Robertson acabou desviado para a própria meta e movimentando a torcida visitante, dando esperança para os Rams.

Apesar de tanto insistir, Rams não conquistam o terceiro gol e Hull comemora

Agora mais perto do que nunca de conseguir o milagre, o Derby começou mais em cima na segunda etapa. Logo no terceiro minuto, Martin achou Weimann na esquerda, que acabou cruzando para Bryson. O escocês, no entanto, não conseguiu colocar a bola para dentro do gol. Aos 18 minutos, Diame apareceu pelo lado do Hull City tentando uma investida ofensiva e chutou da entrada da área, porém não consegue mandar para dentro das redes, sendo evitado tal movimento.

Seis minutos mais tarde, Hughes conseguiu chutar de longa distância, porém a bola foi para fora. Aos 29 minutos, depois de manter uma boa posse de bola e trabalhar de maneira eficiente, Ince acabou recebendo por último para finalizar, mas acabou mandando por cima da rede. Nos minutos que se sucederam, o time da casa conseguiu impor uma grande pressão nos visitantes, buscando matar o confronto e dar mais tranquilidade ao seu torcedor.

Depois dessa pressão dos Tigers, o Derby conseguiu colocar a sua pressão em jogo, uma vez que era quem estava precisando do resultado. Alguns escanteios, cruzamentos com bola rolando, faltas que davam a abertura de poder mandar a bola na área e alguns chutes desviados e travados foram feitos pelos Rams, mas sem sucesso, ficando assim atrás do marcador agregado ao apito final, onde os donos da casa comemoram a chance de retornar à Premier League após apenas uma temporada na Championship.