Buscando salvar temporada, Manchester United duela com Crystal Palace na final da FA Cup

Van Gaal vê oportunidade perfeita para permanecer no cargo dos Red Devils por mais uma temporada; Eagles querem selar ano com título após terminar a Premier League apenas na 15ª posição

Buscando salvar temporada, Manchester United duela com Crystal Palace na final da FA Cup
(Foto: Matthew Peters/Man Utd via Getty Images)
Manchester United
0 0
Crystal Palace

Mais um capítulo da centenária história da FA Cup será escrita neste sábado (21), mais precisamente no WembleyManchester United Crystal Palace duelam pela final do torneio mais antigo de futebol no mundo, às 13h30, horário de Brasília.

Após uma temporada completamente irregular, os Red Devils querem selar o ano com um título, após ficar de fora da Uefa Champions League 2016/17, enquanto os Eagles querem finalizar bem depois de terminar a Premier League apenas na 15ª posição.

No duelo recente entre ambas as equipes, melhor para o United: nos últimos seis jogos, foram cinco vitórias do grupo vermelho, marcando nove gols durante os confrontos. O último encontro entre Red Devils e Eagles na final da FA Cup foi há 26 anos atrás, com o título da equipe de Manchester. Na ocasião, foi o primeira conquista da FA Cup de Sir Alex Ferguson, que ganharia mais quatro durante seu tempo no comando vermelho.

United quer fechar ano com chave de ouro após nova temporada decepcionante

Pelo terceiro ano consecutivo, o United deixou a desejar no que diz a uma boa apresentação de futebol - além também, de conquistar seus objetivos. No seu segundo ano no comando, Louis Van Gaal não conseguiu colocar seu grupo no G-4, garantindo apenas uma vaga na Europa League da próxima temporada.

Para o holandês, uma "bonita" vitória neste sábado seria uma ótima maneira de encerrar a temporada. "Claro que o principal objetivo é ter uma ótima atuação, ser campeão de forma bonita, marcar belos gols. Mas, para mim, uma vitória simples por 1 a 0 já é o suficiente, pois o mais importante em uma final é vencer. Em decisões, as duas equipes costumam atacar o tempo todo, por isso sempre temos ótimas partidas", argumentou o comandante, que ainda não teve seu futuro definido por Ed Woodward e cia.

Van Gaal também acredita que o Crystal Palace apostará na velocidade de seus jovens e rápidos atacantes. "Creio que eles defenderão os espaços pequenos, e depois contra atacar. Eles têm muita velocidade no ataque, provavelmente será um jogo bem difícil, mas você não pode prever sempre como vai ser uma decisão de copa', completou o holandês, que segundo a imprensa mundial, pode também estar saindo para a entrada de José Mourinho, mesmo com a vitória.

Capitão da equipe, Wayne Rooney enfatizou a importância de um título para os inúmeros jovens presentes no elenco do United. "Falie no começo da temporada que possuímos um plantel jovem, e nós ainda não conquistamos troféus juntos ainda. Significaria muito para esse time se ganhássemos a copa para saborear o que é vencer um troféu. Poderia nos ajudar bastante para os próximos dois ou três anos", afirmou o inglês.

O comandante holandês terá a sua disposição alguns jogadores retornando de lesão: Matteo DarmianMorgan Schneiderlin Marcos Rojo voltam após se recuperarem, e Marouane Fellaini pode também retornar depois de cumprir por completo sua suspensão. Fosu-MensahLuke ShawSchweinsteiger Januzaj não atuarão por causa de lesões.

Até chegar à decisão, o United venceu o Shrewsbury TownDerby CountySheffield UnitedWest Ham e o Everton, este último em uma semifinal emocionante. 

Van Gaal crê em vitória para selar turbulento ano (Foto: Matthew Peters/Getty Images)
Van Gaal crê em vitória para selar turbulento ano (Foto: Matthew Peters/Getty Images)

Sem Joe Ledley, Alan Pardew quer surpreender e vencer a FA Cup

Há cerca de dez anos, Alan Pardew comandava o West Ham. Na ocasião, o comandante levou os Hammers a final da FA Cup, onde o Liverpool seria o adversário na grande decisão. Porém, a equipe de Londres acabou derrotada nos pênaltis.

Agora, o treinador chega em mais uma final da mesma competição, e quer usar sua experiência para impedir mais um vice-campeonato. "É uma era diferente, um tempo diferente. Agora temos detalhes sobre tudo, nossas formas de treinamento e as distâncias que temos que viajar para trabalhar são mais reguladas. Por isso tive que me ajustar à tal nova era. Sou um treinador profissional e tudo o que posso fazer é preparar minha equipe da melhor maneira possível, utilizando meu conhecimento e claro, contando com um pouco de sorte. Você precisa de jogadores bons, precisa formar um time de forma correta e fazer decisões certas", afirmou o comandante inglês.

Compartilhando sua experiência em perder uma final da FA Cup, Pardew não quer repetir o ocorrido em 2006. "Estamos indo para Wembley e queremos vencer, não queremos ser vice-campeões. Creio que podemos vencer e creio que esse grupo de jogadores também acreditam que podem se tornar campeões", completou.

Os Eagles não poderão contar com Joe Ledley, lesionado, mas terão o retorno de Wilfried Zaha - ex-jogador do United, após o mesmo ter perdido os últimos três jogos com uma lesão na coxa. 

Para chegar até a grande decisão deste sábado, o CPFC teve uma campanha bem mais complicada do que o adversário da final. No caminho para Wembley, os Eagles venceram ReadingTottenhamStoke CitySouthampton Watford.

Pardew (esq.) marca Bryan Robson durante a final da FA Cup de 1990; na ocasião, vitória dos Red Devils | Foto: David Cannon/Getty Images
Pardew (esq.) marca Bryan Robson durante a final da FA Cup de 1990; na ocasião, vitória dos Red Devils | Foto: David Cannon/Getty Images