Com gol singular de Smalling, Inglaterra encerra preparação para Euro com vitória sobre Portugal

Com Mourinho presente, zagueiro do United garante vitória dos Three Lions; portugueses ainda têm mais um teste antes da estreia no torneio continental

Com gol singular de Smalling, Inglaterra encerra preparação para Euro com vitória sobre Portugal
Smalling marcou o gol da vitória aos 41' do segundo tempo | Foto: ADRIAN DENNIS/AFP/Getty Images
Inglaterra
1 0
Portugal
Inglaterra: Hart; Walker, Smalling, Cahill e Rose; Dier, Milner (Wilshere, min. 66'), Rooney (Lallana, min. 77') e Dele Alli (Henderson, min. 90'); Kane (Sturridge, min. 77') e Vardy (Sterling, min. 66')
Portugal: Rui Patrício; Vieirinha, Bruno Alves, Ricardo Carvalho (Eder, min. 90') e Eliseu; Moutinho (William Carvalho, min. 72'), Danilo e Adrien (Renato Sanches, min. 72'); João Mário, Nani (Quaresma, min. 60') e Rafa (Fonte, min. 38')
Placar: 1-0, min. 86', Smalling
ÁRBITRO: Marco Guida (ITA): Cartão Amarelo: Milner, min. 41' (ING) | Danilo, min. 76' (POR); Cartão Vermelho: Bruno Alves, min. 36' (POR)
INCIDENCIAS: Confronto amistoso entre Portugal e Inglaterra, em preparação para a Eurocopa, realizado no Wembley

Na tarde desta quinta-feira (2), o Wembley foi palco do amistoso internacional entre Inglaterra Portugal, em preparação à Eurocopa 2016, que tem início na próxima sexta-feira (10). Após quatro empates seguidos entre ambas as seleções, os ingleses venceram pelo placar mínimo, com gol de Smalling já no fim do segundo tempo.

Este foi o último teste do English Team pré-Euro, e agora o treinador Roy Hodgson foca todas as suas atenções na Rússia, adversária na primeira rodada no próximo sábado (11), no Stade Vélodrome, em Marseille, às 16h. Já Portugal ainda faz outro amistoso na próxima quarta-feira (8), às 15h45 contra a Estônia, no Estádio da Luz, em Lisboa.

- Especial Eurocopa 2016: mesclando juventude com experiência, Inglaterra busca conquista inédita

- Especial Eurocopa 2016: comandada por Cristiano Ronaldo, jovem seleção portuguesa quer fazer bonito

Bruno Alves é expulso, mas Inglaterra não capitaliza vantagem númerica

Atuando no tradicional 4-4-2, a Inglaterra iniciou a partida com o provável time titular da Eurocopa: Rooney a frente do losango formado no setor central, e Kane Vardy completando os onze iniciais como dupla de ataque. Já a equipe de Fernando Santos apostou no 4-3-3, com João MárioRafa Nani formando o trio de ataque.

Os primeiros dez minutos foram de bastante estudo entre ambas as equipes; Porém, os Three Lions forçaram a marcação ainda no campo de ataque, Kane recuperou a bola e cruzou para Rooney e a queima-roupa, Rui Patrício fez excelente defesa. O lance foi anulado pois o capitão inglês estava em posição de impedimento.

Oito minutos depois, Nani aproveitou passe errado de Milner e arriscou finalização de fora da área, mas o chute saiu muito por cima de Hart. Aos 23', mais uma vez o English Team chegou com Rooney. O jogador recebeu ótimo cruzamento de Walker, mas cabeceou sem força nas mãos de Rui Patrício.

A seleção inglesa tinha mais posse de bola, mas falhava no último passe. Com isso, o jogo permanecia aéreo, com Portugal também investindo em cruzamentos. Moutinho cobrou falta na cabeça de Ricardo Carvalho, mas o experiente zagueiro cabeceou por cima de Joe Hart. Aos 31', Walker aproveitou sobra na entrada da área e chutou firme, e a bola passou raspando a trave esquerda do goleiro português.

Faltando menos de dez minutos para o fim da primeira etapa, o experiente zagueiro Bruno Alves deu uma solada na cabeça de Kane, e acabou sendo expulso. Com isso, o treinador de Portugal teve de sacar o atacante Rafa para repor o sistema defensivo, colocando Fonte, jogador do Southampton em campo.

Lance em que Bruno Alves foi expulso, ainda no primeiro tempo | Foto: ADRIAN DENNIS/AFP/Getty Images)
Lance em que Bruno Alves foi expulso, ainda no primeiro tempo | Foto: ADRIAN DENNIS/AFP/Getty Images

Após o fatídico lance da expulsão do zagueiro português, as duas equipes não levaram perigo aos gols adversários. Com isso, o amistoso teve seu primeiro tempo encerrado, com o placar ainda intacto.

Smalling garante vitória do English Team

No retorno à campo, Portugal fez sua segunda substituição na partida: André Gomes entrou no lugar de João Mário. Já a Inglaterra permaneceu com os onze iniciais, dando indícios de que este time será o titular no próximo dia 11.

Mesmo com os portugueses atuando com um homem a menos, os ingleses não conseguiam chegar ao ataque com qualidade. Com isso, a equipe investia em finalizações de fora da área. Dier tentou surpreender Rui Patrício, mas a tentativa de chute colocado saiu muito fraca, para defesa tranquila do português.

Aos 65', Hodgson realizou suas duas primeiras alterações: Vardy Milner deram lugar a Sterling Wilshere, respectivamente. As mudanças buscavam dar mais velocidade ao ataque inglês, que não conseguia furar a retranca portuguesa. Porém, as entradas não surtiram efeito e o treinador inglês mudou novamente: Rooney Kane saíram para as entradas de Lallana Sturridge.

O atacante do Liverpool teve uma boa chance aos 81', mas acabou finalizando sem direção. No contra-ataque, Quaresma driblou Walker e Smalling, e chutou colocado. A bola passou próxima ao travessão de Hart.

Porém aos 86', Sterling fez excelente cruzamento para Smalling, que cabeceou com precisão, vencendo o goleiro Rui Patrício. O tento foi o único da partida, que culminou com a primeira vitória dos ingleses nos últimos cinco jogos: nas quatro partidas anteriores, foram quatro empates entre Inglaterra Portugal.

Ingleses celebram gol de Smalling | Foto: ADRIAN DENNIS/AFP/Getty Images
Ingleses celebram gol de Smalling | Foto: ADRIAN DENNIS/AFP/Getty Images