Com contrato expirando no Valencia, meia Feghouli assina com West Ham a custo zero

Argelino irá defender os Hammers por três temporadas

Com contrato expirando no Valencia, meia Feghouli assina com West Ham a custo zero
Foto: Divulgação/whufc.com

Depois de fazer uma temporada sólida na última temporada da Premier League, o West Ham iniciou os trabalhos para tentar melhorar e atingir objetivos maiores para o próximo ano. A prova disso, é a primeira contratação efetiva do clube, anunciada nesta terça-feira (14): o argelino Sofiane Feghouli. Ainda jogador do Valencia da Espanha, o atleta se apresenta ao time londrino em primeiro de julho à custo zero. Meia fica por três temporadas. 

Com grandes nomes na equipe, a adição de Feghouli aumenta o poder pelas pontas do West Ham, um dos pontos altos na temporada passada. O argelino nascido na França, disse ao site oficial do seu novo clube que trabalhar sob os comandos de Slaven Bilic e a história dos londrinos pesaram em sua escolha, além de se mostrar feliz por poder colaborar na sua posição. Jogar na Premier League, também, ajudou na decisão do ponta.

“Primeiro de tudo, a ambição do projeto esportivo do time me apresentado pelo clube e pelo treinador foi bem importante.  Depois de considerar minhas opções com a minha família, acredito que foi uma chance que deixou todos animados. A direção do clube, o novo estádio, a história, o treinador e a oportunidade na Premier League pesaram tudo junto e tornaram minha vontade de jogar pelo West Ham mais fácil”, comentou o ponta que ainda afirmou se achar generoso em campo.

Nascido no subúrbio de Paris, Feghouli decidiu jogar pela seleção nativa dos seus pais, a Argélia. Quando menor, passou algum tempo nas categorias de base dos clubes locais, Paris FC e Red Star, antes de ser contratado pelo Glenoble como jovem. Ajudou o clube no acesso para a Ligue 1 em 2008 e foi vendido ao Valencia dois anos mais tarde, completando um ciclo de seis anos na equipe francesa. Foi emprestado algumas vezes até se firmar na equipe espanhola e ganhar vaga na seleção de seu país para a Copa de 2014.