Champions Cup 2016: Chelsea estreia Conte e visa retorno às glórias após temporada decepcionante

Depois de uma temporada para esquecer em 2015/16, os Blues, sob nova direção, tentam voltar às competições internacionais em primeira instância

Champions Cup 2016: Chelsea estreia Conte e visa retorno às glórias após temporada decepcionante
(Fotomontagem: Rodrigo Rodrigues - Editoria de Arte/VAVEL)

Depois de uma temporada pra esquecer e uma das piores na história recente do clube, o Chelsea começa essa nova caminhada rumo ao retorno ao sucesso pela International Champions Cup. Os Blues jogarão o torneio na versão europeia, estreando contra o Liverpool na próxima quarta-feira (27) e jogando ainda contra Real Madrid e Milan. Serão os melhores jogos para que o novo comandante, Antonio Conte, consiga encontrar o time adequado às suas exigências táticas, na tentativa de colocar o time londrino novamente na zona da Liga dos Campeões. 

O Chelsea terminou a temporada passada em décimo colocado com 50 pontos na Premier League, após ter vencido no ano anterior. O objetivo principal do clube para esta nova temporada é o retorno à Champions League e, diferente dos seus concorrentes, não jogará nenhuma competição continental, podendo focar 100% seus esforços para tal. O título certamente estará em discussão na mesa principal da equipe, não sendo descartado, mas um lugar entre os quatro primeiros será essencial. 

Para tanto, a equipe quer iniciar a temporada fazendo boas apresentações no torneio amistoso. Os Blues enfrentarão Liverpool, Real Madrid e Milan pela competição, nos principais testes de Conte antes do início da temporada -- até aqui, o Chelsea foi derrotado pelo Rapid Viena por 2 a 0 e venceu o Wolfsberger por 3 a 0. Depois da Champions Cup, a equipe já começa a focar apenas na estreia na Premier League: dia 15 de agosto, contra o West Ham.

Apesar de não ter nenhum atleta nas fases finais da Eurocopa, o Chelsea ainda estará desfalcado na competição amistosa. Principal jogador da equipe, por exemplo, o belga Eden Hazard deve voltar aos treinos apenas na próxima semana. O mesmo acontece com o grande reforço da equipe para a próxima temporada: o líder de desarmes e interceptações na última temporada inglesa, N'Golo Kanté. Campeão com o Leicester na temporada passada, o volante foi finalista do torneio continental com a França, e, portanto, não estará nos Estados Unidos.

Mesmo assim, o Chelsea contará com jogadores consagrados na Champions Cup. O capitão John Terry e o lateral Branislav Ivanovic são pilares da defesa, enquanto meio-campistas titulares, como Matic, Oscar e Willian estão confirmados na turne por solo americano. O hispano-brasileiro Diego Costa será o principal nome da equipe na competição, mesmo com seu nome sendo ligado em uma possível transferência ao ex-time, o Atlético de Madrid.

A principal novidade dos Blues para a Champions Cup, então, estará sentado no banco de reservas. Após o sucesso absurdo que conquistou dirigindo a Juventus, na Itália, quando a Velha Senhora ainda não tinha conseguido se estabelecer na Serie A, vencendo três títulos em sequência, Conte conseguiu ter a chance de assumir a Seleção Italiana de futebol. Acabou sendo eliminado na fase de grupos da Copa do Mundo na chave da morte e levou a sua seleção até as quartas da Eurocopa deste ano, sendo eliminado nos pênaltis pela Seleção Alemã. 

Antonio Conte já provou que consegue ressurgir na direção de um time que não foi muito bem nos últimos tempos, tendo dois exemplos supracitados. Esse será o principal objetivo do italiano no comando do Chelsea, depois de reerguer a Juventus que não tinha conseguido se classificar para competições internacionais e a Itália, que vinha de alguns fracassos depois do tetra em 2006. 

Foto: Steve Bardens/Getty Images
Foto: Steve Bardens/Getty Images