City toma susto, mas bate Sunderland e estreia com vitória na Premier League

Time de Manchester domina primeiro tempo e sofre no segundo, mas consegue debutar no certame com os três pontos

City toma susto, mas bate Sunderland e estreia com vitória na Premier League
Agüero converte pênalti para abrir o placar no Etihad Stadium (Foto: Michael Steele/Getty Images)
Manchester City
1 1
Sunderland
Manchester City: Caballero; Sagna, Stones, Kolarov, Clichy (Iheanacho, min. 80); Fernandinho, David Silva (Delph, min. 64); Sterling, De Bruyne, Nolito (Jesús Navas, min. 59); Agüero. Treinador: Pep Guardiola.
Sunderland: Mannone; Love, Koné, Kaboul, Van Aanholt; Rodwell, O'Shea; Watmore (Januzaj, min. 64), Borini, Gooch (Khazri, min. 65); Defoe (McNair, min. 83). Treinador: David Moyes.
Placar: 1-0, min. 4, Agüero. 1-1, min. 71, Defoe. 2-1, min.87, McNair (GC).
ÁRBITRO: Robert Madley (ING). Cartões amarelos: Goouch (min. 42), Love (min. 67), Kolarov (min. 90+1).
INCIDENCIAS: Partida válida pela primeira rodada da Premier League 2016/17, realizada no Etihad Stadium, em Manchester.

Sem os lesionados Gündogan e Sané, o Manchester City sofreu para bater o Sunderland, por 2 a 1, neste sábado (13), no Etihad Stadium, pela rodada de abertura da Premier League 2016/17. Após Agüero abrir o placar no primeiro tempo com menos de cinco minutos, os visitantes reagiram na etapa final com Defoe. Os Citizens, porém, contaram com um gol contra do zagueiro McNair, ex-Manchester United, para ganharem os três pontos.

Agora, o Manchester City inicia a preparação para enfrentar o Steaua Bucareste, da Romênia, pela jogo de ida dos playoffs da Uefa Champions League. O duelo ocorrerá na próxima terça-feira (16), às 15h45, na Romênia. Já o adversário da segunda rodada da Premier League será o Stoke City, no sábado (20) que vem, às 8h30, no Britannia Stadium.

O Sunderland, por sua vez, vai encarar o Middlesbrough na segunda rodada do Campeonato Inglês. O combate acontecerá às 9h30 do próximo domingo (21), no Stadium of Light.

Agüero marca em primeiro tempo controlado pelo City

O Manchester City não desapontou os torcedores que lotaram o Etihad Stadium neste sábado (13) para acompanhar a estreia dos Citizens na Premier League. Logo aos quatro minutos, o lateral Van Aanholt derrubou Sterling na grande área e o árbitro assinalou pênalti. Artilheiro do City na última temporada, Kun Agüero cobrou o penal no canto direito do goleiro e abriu o placar.

O time de Manchester continuou martelando a defesa do Sunderland após tirar o zero do placar. Nolito e Sterling azucrinavam pelos flancos e buscavam finalizações de fora da área. De Bruyne e David Silva, por sua vez, movimentavam bastante pelo centro, tal qual Sagna e Clichy – no papel, eram laterais, mas trabalharam bastante por dentro no primeiro tempo quando a equipe tinha a bola.

Acuado no campo defensivo, o Sunderland só teve uma oportunidade nos 45 minutos iniciais. Após bate-rebate na área do City, a bola sobrou para o atacante Defoe, que, desequilibrado, conseguiu arrematar e exigir boa defesa do goleiro Caballero. Apesar da desatenção, a defesa dos Citizens se mostrou grande solidez na primeira etapa, assim como os outros dois setores.

No sufoco, City marca no final e assegura a vitória

O City retornou ao segundo tempo com a mesma postura da etapa inicial. As duas primeiras chances dos donos da casa saíram dos pés de Agüero, que chutou a bola rente à trave direita do goleiro após erro da defesa do Sunderland, e do belga De Bruyne, cobrando falta perigosa que parou nas luvas do italiano Mannone.

A partida que estava controlada, no entanto, ganhou um cenário dramático aos 71 minutos. Defoe concluiu bonito, por baixo de Caballero, uma linda jogada que começou com Januzaj, emprestado ao Sunderland pelo Manchester United, na ponta direita.

Na pressão, o Manchester City partiu para cima dos visitantes visando o gol de desempate. Pep Guardiola deixou o time mais ofensivo tirando o lateral Clichy para colocar o meia-atacante nigeriano Iheanacho. E, depois de muita insistência, os comandados de Guardiola foram premiados com o tento. Jesús Navas chegou à linha de fundo, cruzou para a pequena área, Mannone desviou e McNair, que havia entrado no lugar de Defoe, mandou para o próprio gol. Antes do apito final, Iheanacho teve a chance de ampliar a vantagem, mas finalizou em cima do arqueiro.