Guardiola exalta caráter e atuação do Manchester City em vitória sobre United

Treinador ainda defendeu seu goleiro, Claudio Bravo, que falhou no gol do adversário e acabou sendo criticado por parte da imprensa e torcedores

Guardiola exalta caráter e atuação do Manchester City em vitória sobre United
Foto: Alex Livesey / Getty Images

O primeiro embate entre os técnicos José Mourinho e Josep Guardiola pela Premier League acabou com vitória do catalão, com o Manchester City batendo o rival United por 2 a 1 na partida de abertura da quinta rodada da competição, disputada na manhã deste sábado (10) no Old Trafford. O resultado, porém, foi merecido para o técnico dos Citizens, que ainda exaltou o poder individual e coletivo dos seus comandados.

A vitória dá ao City a continuidade do 100%, além da manutenção da liderança, agora estendida. Isso, aliado à performance do clube frente ao rival fora de casa deixou Pep Guardiola orgulhoso e ele ainda falou que o resultado foi justo também pelo o que a equipe fez em campo. 

"O primeiro tempo foi muito bom", falou na entrevista coletiva. "O último minuto acabou tendo um gol fantástico de Ibrahimovic, o que nos deu o conhecimento de que o sistema do adversário mudaria para o segundo tempo - colocaram Pogba e Fellaini mais à frente, o que os deixou muito mais fortes", observou o catalão.

"Também no segundo tempo nós tivemos muitos contra-ataques", prosseguiu. "E quando você parte num dois contra dois, três contra três, quatro contra quatro ou cinco contra cinco você precisa obter vantagem disso, porque nos minutos finais qualquer coisa pode acontecer", lembrou. 

"Mas jogamos bem. Criamos chances, tivemos a bola e quando perdíamos-a, conseguíamos recuperar rapidamente. Criamos chances suficientes, diria. Você não pode ir ao Old Trafford e dominar. É impossível", completou a análise. 

Após a falha do goleiro estreante Claudio Bravo no gol do United, Guardiola contrariou todos que acreditaram que o arqueiro esteve num mau dia, chegando a afirmar que ele viu uma das melhores performances de um jogador da posição, defendendo-o. 

"O que Claudio [Bravo] fez foi uma das melhores atuações de um goleiro que eu já vi. Eu gosto de arqueiros que jogam mais à frente e depois do gol do United, ele ainda continuou jogando da nossa forma, com bolas longas e saindo para recebê-la. No futebol, o que conta é como você reage aos erros - mostra caráter. Ele continuou jogando, o que significa muito. Jogamos bem o primeiro tempo por causa de Claudio", exaltou. 

Por fim, o técnico lembrou da tática de ter a bola, afirmando que até o último dia dele no país irá tentar mantê-la. Também frisou que jogar tocando a bola na defesa pode ser bem arriscado, mas contou que isso pode resultar em um gol, ter a bola pode controlar o jogo. "Hoje demos uma lição com a bola", finalizou.