Manchester City enfrenta Swansea fora de casa visando manter invencibilidade na Premier League

Citizens estão 100% na PL e na temporada e querem continuar a campanha perfeita; Swans buscarão a vitória querendo se afastar da parte debaixo da tabela

Manchester City enfrenta Swansea fora de casa visando manter invencibilidade na Premier League
Foto: Athena Pictures / Getty Images
Swansea
Man City

Enquanto um ganhou todas as partidas que disputou até hoje o outro, na Premier League, venceu apenas um, empatou outro e perdeu três. Essas são as credenciais para Manchester City e Swansea City que se enfrentam, neste sábado (24), pela sexta rodada da PL 2016/2017 no Liberty Stadium, em Swansea, País de Gales. Acontecerá às 11h, horário de Brasília. 

Neste momento, os Citizens lideram a tabela do campeonato inglês com 15 pontos de 15 possíveis e um saldo de 11 gols, porém vem seguido de perto pelo Everton com 13. Os Swans, por outro lado, se encontra com apenas quatro pontos conquistados na 15ª colocação, beirando a zona de rebaixamento no início da temporada.

Curiosamente, os dois se enfrentaram na última quarta-feira (21) pela EFL Cup, a Copa da Liga Inglesa. Também no País de Gales, o City conseguiu uma vitória por 2 a 1, avançando para a próxima fase, da qual irá enfrentar o rival da cidade Manchester United. Gols foram marcados por Clichy e García Serrano para os visitantes e Sigurdsson para os donos da casa.

Precisando do resultado, zagueiro Jordi Amat elogia opções de ataque do Swansea

Vindo do Sevilla, Fernando Llorente chegou em Swansea na pré-temporada para defender as cores do time da cidade. Até então, o atacante jogou em todas as partidas que o time fez até agora pela Premier League. Borja González enfrentou o City no meio de semana e foi elogiado pelos torcedores, técnico e pelo zagueiro e companheiro Jordi Amat, que lembrou da qualidade ofensiva que a equipe possui, tendo ainda Sigurdsson e Montero para jogar mais recuado, porém possuindo características defensivas também.

"Uma das coisas positivas de quarta-feira passada foi a atuação de Borja [González]", falou na coletiva pré-jogo. "Ele jogou como se tivesse conosco há muito tempo. Teve de esperar por algumas semanas para que ficasse 100% bem para jogar depois de uma lesão, mas agora ele está preparado. Deu tudo que tinha ao time e se sentiu muito vivo em campo", elogiou.

"Borja e Fernando [Llorente] são jogadores bem diferentes, nos dando opções de jogo. Enquanto Llorente é mais parado, sendo especialista em segurar a bola, Borja é mais móvel e cobre muito espaço. Tê-los no nosso time nos torna mais imprevisíveis. Tenho certeza que o adversário não saberá quem irá para campo, porém sabe que quem for irá fazer um grande impacto para o Swansea", comparou o espanhol. 

Para o embate, os Swans não poderão contar apenas com Nathan Dyer, que teve de fazer uma cirurgia no tornozelo e só deve voltar no dia 19 de novembro. Sendo essa a única baixa no time galês, o treinador Francesco Guidolin certamente terá um vasto leque para montar o time que irá enfrentar o City de Pep Guardiola. 

Cauteloso, Fernandinho não espera jogo fácil e afirma que temporada do City começa agora

Na temporada passada, o Manchester City não era visto antes do campeonato como favorito máximo ao troféu no final da temporada. Contudo, o time conseguiu vencer os cinco primeiros jogos da Premier League e se colocarem como um dos postulantes ao título, porém perdeu o fôlego e não conseguiu ganhá-lo.

Na atual época a situação é parecida: são cinco vitórias em cinco jogos, mas antes do ano começar os Citizens eram os favoritos. Para Fernandinho, a temporada começa agora e não se deve subestimar forças da PL.

"Na Premier League nós temos começado bem", apontou na coletiva. "A gente começou exatamente da mesma forma que ano passado com cinco vitórias seguidas, mas temos que ter cuidado agora. É apenas o começo da temporada e se tem um grande caminho pela frente. É muito cedo para dizer quem vai ser o campeão no ano que vem", afirmou.

"A temporada começa agora contra o Swansea. Eles são um grande time e viajar para jogar lá nunca é fácil - ano passado empatamos na última rodada. Assisti o jogo deles contra o Chelsea e jogaram muito bem. É muito complicado ir lá e vencer, sempre é assim. Portanto, esse tipo de jogo é o que dá para nós uma ideia do nível que estamos e vamos jogar durante todo o ano", finalizou. 

Não tendo a mesma sorte que o Swansea, o City terá desfalques certos de três nomes: Yaya Touré (disciplinar), Vincent Kompany (virilha) e Manuel Agudo Duran (suspenso). Fabian Delph e David Silva são dúvidas para o confronto com problemas musculares, mas no caso do espanhol é provável que apareça entre os relacionados.