Antonio Conte reclama da defesa do Chelsea após derrota para o Arsenal: "Todo jogo estamos admitindo gols"

O técnico do Chelsea lamentou a atitude da sua equipe no início da partida

Antonio Conte reclama da defesa do Chelsea após derrota para o Arsenal: "Todo jogo estamos admitindo gols"
Antonio Conte mudou a formação do Chelsea para três zagueiros durante a partida (Foto: Divulgação/Chelsea)

Neste sábado (24), o Chelsea enfrentou o Arsenal, no Emirates Stadium e perdeu por 3 a 0. Alexis Sanchez abriu o placar, Theo Walcott ampliou e Mesut Ozil fechou o resultado, ainda no primeiro tempo. Com o resultado, os Blues caem na tabela e ficam na oitava posição. Já o Arsenal, sobe para a terceira posição e entra na zona de classificação para a próxima Uefa Champions League.

Após a partida, o técnico do Chelsea, Antonio Conte concedeu entrevista coletiva e falou sobre a partida: "Começamos este jogo de uma forma ruim, e desde o primeiro minuto. Isso é muito estranho, porque o Arsenal contra o Chelsea é um grande jogo. E quando jogar este tipo de jogo contra um time muito bom como o Arsenal, você deve ficar concentrado desde o primeiro minuto e isso hoje não aconteceu."

"Eu era um jogador de futebol e acontece que em um jogo você não tem um bom desempenho, por muitas razões, mas espero melhorar esta situação. Tivemos derrotas em dois grandes jogos. Por esta razão, devemos ser humildes e entender o momento e que precisamos trabalhar muito para melhorar e mudar a nossa história."

Aos 10' do segundo tempo, Antonio Conte tirou Cesc Fàbregas e colocou Marcos Alonso, fazendo o Chelsea jogar com três zagueiros - Ivanovic, Cahill e David Luiz - com Azpilicueta na ala direita e Alonso na ala esquerda. Conte comentou sobre a mudança: "Eu tenho que resolver a situação, porque todo jogo admitimos dois gols pelo menos. Quer se trate de dois, três ou quatro defensores, eu preciso encontrar a solução certa para esta equipe e eu trabalho muito para fazer isso."

Conte enfatizou que este não era um momento para culpar apenas os defensores, os meias ou os atacantes quando se trata da derrota. A responsabilidade é compartilhada por toda a equipe e os funcionários. O técnico dos Blues falou no início da temporada sobre a necessidade de sentir o perigo em um jogo antes que ela ocorra.

"Eu disse isso antes, temos duas derrotas e esta mensagem é bom para o presente e para o futuro. Temos de trabalhar muito para melhorar e mudar a situação, porque agora nós somos apenas uma grande equipe no papel, não em campo. O passo é a verdade, é a coisa mais importante para nós, não as palavras e não o papel. Temos que mudar isso, porque na temporada passada foi uma temporada ruim. Há muitas dificuldades, mas se entendermos isso, nós estamos em uma ótima posição para se recuperar e mudar a situação."