Arsenal e Basel medem forças em confronto direto pela liderança do Grupo A

Embalados pela boa fase nos respectivos nacionais, ingleses e suíços se enfrentam em partida que pode valer topo da tabela

Arsenal e Basel medem forças em confronto direto pela liderança do Grupo A
Arsenal
Basel
Arsenal: Ospina; Bellerín, Koscielny, Mustafi e Monreal; Xhaka, Cazorla, Walcott, Özil e Iwobi; Alexis Sánchez. Técnico: Arsène Wenger
Basel: Vaclík; Michael Lang, Suchý, Balanta e Adama Traoré; Taulant Xhaka, Luca Zuffi, Bjarnason, Matías Delgado e Renato Steffen; Šporar. Técnico: Urs Fischer
ÁRBITRO: Danny Makkelie (HOL)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 2ª rodada do Grupo A da Uefa Champions League 2016/17, a ser disputada no Emirates Stadium, em Londres, na Inglaterra

A boa fase vivida nos respectivos nacionais não deu a influência que foi muito esperada por parte de Arsenal Basel na Uefa Champions League 2016/17. Nesta quarta-feira (28), pela 2ª rodada do Grupo A, a competição europeia coloca os times frente a frente, em partida a ser realizada no Emirates Stadium, em Londres, na Inglaterra.

O equilíbrio dos integrantes do grupo foi mostrado desde a estreia, ao deixar todas as equipes com um ponto ganho e empatada em todos os outros critérios de desempate. Os ingleses ficaram no 1 a 1 diante do PSG no Parc des Princes, em Paris, enquanto os helvéticos fizeram o mesmo resultado ante o Ludogorets, contudo no Saint Jakob Park, na Basileia.

Na Premier League, os londrinos vivem um momento excepcional, já que vêm de vitória diante do rival Chelsea, levando-os à 3ª posição, com 13 pontos ganhos. Os suíços estão em situação mais confortável, pois acumulam 100% de aproveitamento na Raiffeisen Super League, com nove triunfos nos nove confrontos disputados.

Wenger aposta na manutenção da base e vai com força máxima

A boa atuação na vitória conquistada sobre o Chelsea, no último jogo da Premier League, deixou o Arsenal motivado. A motivação fez com que o treinador Arsène Wenger realizasse a manutenção da base dita titular, visando manter o bom momento também diante do Basel, que será o adversário pela Champions.

Para o confronto ante os suíços, o comandante dos britânicos não vai contar com o atacante Giroud, expulso contra o PSG, além de Ramsey, Coquelin, Mertesacker e Welbeck, por estarem todos contundidos e, consequentemente vetados. A partida ainda marcará o reencontro do volante Granit Xhaka com o irmão e adversário, Taulant Xhaka, bem como com os suíços, time que o revelou para o futebol.

Volante Xhaka reencontra irmão e time que o revelou (Foto: /Getty Images)
Volante Xhaka reencontra irmão e time que o revelou (Foto: Stuart MacFarlane/Arsenal)

Buscando melhor aproveitamento após a fase de grupos, Wenger diz que a meta é terminar na liderança, objetivo igual aos helvéticos, um rival considerado indigesto às equipes inglesas nesses últimos anos. Para alcançar o objetivo, pede que seu elenco mantenha a postura do último compromisso e, assim, fazer uma boa apresentação.

"Nos últimos anos, nós sempre conseguimos passar pela fase de grupos e, ano passado, passamos por mais dificuldades. Isso nos fez aprender que a fase de grupos não é importante para nos classificarmos para as oitavas de fial, mas também, se possível, terminar em primeiro lugar. E isso nos dá maior chance de ir bem na sequência", declarou o técnico.

Invencibilidade no Suíço empolga o Basel na UCL

Apesar do tropeço logo na estreia, o Basel tenta se apoiar no nacional para embalar na Uefa Champions League. Na temporada, já foram 12 jogos disputados, com 11 vitórias e um único empate, que foi contra o Ludogorets, na primeira rodada. Visando surpreender o Arsenal, não tem apenas o atacante Janko, referência ofensiva em 2015/16, já que sofreu uma entorse no joelho diante dos búlgaros.

De resto, a expectativa é que o técnico Urs Fischer não faça alterações nas peças ditas titulares. A motivação é a do bom retrospecto recente em partidas com os ingleses, somando um empate contra o Liverpool no Anfield Road e triunfo sobre o Chelsea em pleno Stamford Bridge por 2 a 1.

Basel faz reconhecimento do Emirates e encerra preparação (Foto: Mike Hewitt/Getty Images)
Basel faz reconhecimento do Emirates e encerra preparação (Foto: Mike Hewitt/Getty Images)

Focado na necessidade de sair vitorioso, uma vez que o grupo já está totalmente embolado, Fischer exalta o desempenho dos últimos anos. O comandante dos suíços fala ainda a maneira de jogar dos londrinos e o quanto deram trabalho ao PSG, entretanto comentando que cada situação tem uma solução diferente.

"Nós precisamos estar focados no próprio jogo. Temos resultados para nos dar mais motivação, pois foram contra clubes ingleses nos últimos anos. O Arsenal está em boa fase e normalmente dita o ritmo de jogar, como fizeram contra o PSG, na estreia. Cada situação, porém, tem uma solução diferente e ante nós não será diferente", afirmou o treinador.