Com objetivos distintos na Champions, Celtic e Manchester City travam duelo pelo Grupo C

Hoops querem redenção e recuperação depois de goleada sofrida para Barcelona; Citizens buscam consolidação, além de manutenção do 100% na temporada

Com objetivos distintos na Champions, Celtic e Manchester City travam duelo pelo Grupo C
Foto: Editoria de Arte / VAVEL
Celtic
Manchester City
Celtic: Gordon; Lustig, Touré, Sviatchenko, Tierney; Brown, Bitton (Johansen); Forrest, Rogic, Sinclair; Griffiths (Dembélé).
Manchester City: Bravo; Sagna, Stones, Otamendi, Kolarov; Fernandinho, Gundogan, Silva, Sterling, Nolito; Agüero.
ÁRBITRO: Nicola Rizzoli (ITA).
INCIDENCIAS: partida válida pela segunda rodada da uefa champions league 2015/16, realizada no Celtic park, em glasgow, escócia.

Um sofreu uma goleada na primeira rodada e busca a recuperação, enquanto que o outro aplicou uma goleada e quer a consolidação no grupo. Estas são as credenciais para Celtic e Manchester City, que se enfrentam nesta quarta-feira (28) pela segunda rodada do Grupo C da Uefa Champions League 2015/2016, em partida que será disputada no Celtic Park, em Glasgow, Escócia, às 15h45, horário de Brasília. 

Com resultados opostos na abetura do grupo, os Hoops viajaram para a Espanha, confrontaram o Barcelona e perderam por notáveis 7 a 0, enquanto que os Citizens receberam o Monchengladbach e bateram-nos por 4 a 0, sem grandes dificuldades. Na história dos jogos oficiais, esta será a primeira vez que os dois times se enfrentam.

Em seus respectivos campeonatos nacionais, porém, a situação dos dois é bem parecida. Ambos lideram com certa folga seus campeonatos e se mantém invictos até o momento, a diferença que o Celtic conseguiu um empate de diferente das vitórias e o City venceu todos os seus confrontos até o presente momento. 

Capitão do Celtic, Scott Brown garante que o clube está determinado a conquistar a redenção na frente dos torcedores

Após sofrer uma goleada pesada na primeira partida do Grupo C, o Celtic viveu alguns dias de incertezas quanto à sua participação na Champions League, visto que o clube bateu na trave duas vezes seguidas para chegar na fase de grupos e, quando chega, os torcedores acabam esperançosos quanto uma boa campanha dos campeões escoceses. 

O capitão do time, Scott Brown, garantiu que os Hoops ainda estão determinados em vencer todas as partidas que jogarem, não baixando a cabeça depois de um grande revés. O escocês falou ainda sobre redenção do resultado sofrido há duas semanas.

"Temos que tirar aquilo [derrota para o Barcelona] das nossas cabeças e entender que somos bons o suficiente para estar nesta competição e que também somos bons para conseguir algum resultado em casa, especialmente na frente desses torcedores que são incríveis, especialmente em noites de Chamions League", afirmou. 

"Vai ser um grande jogo, digno da competição, porque os dois times irão querer colocar a bola no chão e ficar com ela, porém será importante vencer outros tipos de batalhas [como divididas]", analisou. "No fim das contas, queremos mostrar para os torcedores que este é o lugar que devemos estar e que não iremos apenas estar no último lugar do grupo. Queremos algo mais", completou Brown.

Com relação ao time, o treinador Brendan Rodgers confirmou que Gordon estará debaixo das traves do Celtic. O único desfalque será o zagueiro Dedryck Boyata, lesionado desde antes da Eurocopa. 

Guardiola espera jogo diferente do que contra Barcelona por parte do Celtic

Durante a entrevista coletiva de Pep Guardiola nesta terça-feira (27), o treinador falou diversas vezes sobre a atmosfera do Celtic Park e da dificuldade que é enfrentar os Bhoys em sua casa. Além disso, o catalão também comentou que não espera do Celtic o mesmo que ocorreu contra o Barcelona e sim o que eles fizeram contra o Rangers, na forma como jogaram. 

"É a minha primeira vez em Glasgow, contra o Celtic. Muitas pessoas falam para mim da experiência que é jogar no Celtic Park, a atmosfera e eu estou muito ansioso pela partida e viver tal experiência", comentou. "Tudo pode acontecer, mas nós vamos tentar jogar o embate da forma como queremos e espero que possamos sair daqui com um bom resultado", acrescentou o catalão.

"Eu assisti a partida [do Celtic] contra o Rangers e eles foram tão agressivos, intensos. Foi completamente diferente do que eles jogaram contra o Barcelona, onde eles foram mais passivos, esperavam mais. [Contra o Rangers] Eles usaram pressão muito alta, velocidade, intensidade, agressividade. Isso é o que eu espero pra partida", analisou. 

Os desfalques do Manchester City ficam por Vincent Kompany com problema na virilha e Fabian Delph com lesão muscular. Kevin De Bruyne também está fora, com a confirmação de Pep.