City empata com Everton em dia inspirado de Stekelenburg e vê rivais encostarem

Goleiro holandês pega dois pênaltis e ajuda os Toffees a garantir o empate; Arsenal vence e aproxima dos Citizens

City empata com Everton em dia inspirado de Stekelenburg e vê rivais encostarem
Foto: Alex Livesey/Getty Images
Manchester City
1 1
Everton

Com exibição de gala do goleiro Maarten Stekelenburg, o Everton arrancou um empate por 1 a 1 com o Manchester City, neste sábado (15), em duelo válido pela oitava rodada da Premier League. Jogando no Etihad Stadium, casa dos Citizens, o arqueiro pegou dois pênaltis – um de Kevin De Bruyne e outro de Sergio Agüero – e foi o protagonista do jogo. Ele, porém, não pôde impedir o gol de Nolito, logo depois de os Toffees terem aberto o placar com Romelu Lukaku.

O empate amargo em casa fez o City ir a 19 pontos, mas deu margem para os adversários se aproximarem da liderança do campeonato. O Arsenal, por exemplo, venceu o Swansea e encostou nos Citizens. O Liverpool também é outro que pode se aproximar caso derrote o Manchester United na segunda-feira (17). O Everton, por sua vez, figura na sexta posição, com 15 pontos.

Agora, o City muda a chave e começa a pensar no Barcelona, adversário de quarta-feira (19) pela fase de grupos da Uefa Champions League. O duelo ocorrerá no Camp Nou, em Barcelona, às 16h45 (de Brasília). Já no próximo domingo (23), os comandados de Pep Guardiola irão enfrentar o Southampton, novamente no Etihad Stadium, enquanto o Everton visita o Burnley, no sábado (24).

Stekelenburg brilha e Everton surpreende City

Poupando jogadores para o embate contra o Barcelona, na quarta-feira, pela Champions League, Guardiola mandou uma equipe mista a campo contra o Everton. E, embora o elenco do time inglês esteja repleto de bons atletas, o City não fez uma boa partida e sofreu com os visitantes.

A melhor oportunidade do primeiro tempo saiu dos pés de De Bruyne. O meia belga, um dos principais destaque do City neste início de temporada, assumiu a responsabilidade de bater um pênalti aos 43 minutos. No entanto, parou nas luvas de Stekelenburg.

Paredão: Stekelenburg catou pênalti de De Bruyne (Foto: Clive Brunskill/Getty Images)
Paredão: Stekelenburg catou pênalti de De Bruyne (Foto: Clive Brunskill/Getty Images)

Já na segunda etapa, o duelo ficou mais aberto, tendo um Everton se lançando com mais frequência ao ataque, à medida que o City tentava sufocar o adversário. Aos 64 minutos, porém, os Toffees calaram o Etihad Stadium. Lukaku recebeu uma bola de ligação direita, avançou em direção ao gol e fuzilou no canto esquerdo de Bravo.

A resposta do City poderia ter vindo seis minutos depois, já que Jagielka cometeu sua segunda infração dentro da área na partida, mas desta vez em cima de Agüero. O próprio camisa 10 foi partiu para a bola, porém, assim como De Bruyne no primeiro tempo, viu Stekelenburg defender sua cobrança. Para completar, o goleiro holandês pegou uma difícil cabeçada de Agüero logo depois.

A tristeza dos torcedores azuis, entretanto, deu lugar à alegria efusiva no minuto 72: David Silva cruzou à área e Nolito, que havia acabado de entrar na partida, inclinou sua cabeça para empatar o duelo. Antes do apito final, De Bruyne consagrou Stekelenburg com um chutaço de fora da área, cujo foi muito bem defendido pelo arqueiro.