Após empate em clássico diante do Liverpool, Mourinho afirma: "Tivemos o controle do jogo"

O clássico terminou empatado em 0 a 0 e o técnico português declara que seu time teve o domínio das ações e que poderia ter saído com a vitória de Anfield

Após empate em clássico diante do Liverpool, Mourinho afirma: "Tivemos o controle do jogo"
Mourinho lamentou a chance desperdiçada por Ibrahimovic (Foto: John Peters/Manchester United)

A tarde dessa segunda-feira foi marcada pelo clássico entre Liverpool e Manchester United, ocorrido em Anfield Road e válido pela oitava rodada da Premier League. A partida terminou empatada em 0 a 0 e os donos da casa perderam os 100% de aproveitamento no seu terceiro jogo dentro de seus domínios. O grande destaque do confronto foi o goleiro De Gea, que fez duas grandes defesas, em especial após grande chute do brasileiro Philippe Coutinho, e garantiu o empate.

Liverpool para em De Gea e empata sem gols com Man United após 11 anos

O técnico José Mourinho disputou seu segundo clássico à frente do United, depois de ser derrotado para o City em setembro. O português afirmou à Sky Sports que seus comandados, apesar da difícil partida, tiveram o controle do jogo.

Eu acho que foi um jogo muito difícil para nós e para eles, mas eu acho que foi mais difícil para eles do que para nós. Nós mantivemos o controle do jogo por longos períodos. Na segunda metade David tinha duas grandes defesas que foram em lances isolados, mas o jogo estava completamente sob controle, não apenas do ponto de vista tático, mas também um ponto de vista emocional. Nós não fomos influenciados pela atmosfera do estádio”, disse o treinador.

O técnico acredita que seu time teve uma grande chance e declarou que acreditou no gol de Zlatan Ibrahimovic: “Tivemos uma grande chance, quando eu pensei Zlatan ia marcar. Se marcássemos esse gol, seria 1 a 0, adeus, terminou. Mas acho que faltou um pouco de nitidez pelo meio, eu estava esperando mais penetração e eu estava pensando em colocar Rashford na posição atrás de Zlatan, mas ele tinha cãibras e eu fiz a mudança. Naquele momento eu pensei que seria difícil ganhar agora, então não vamos perder também”.

Concluindo, Mou se mostrou levemente decepcionado com o empate e falou sobre seus adversários. “Nós tentamos começar realmente forte em ambas as partes, mas eles são uma boa equipe. Eles não são a última maravilha do mundo como vocês [a mídia] dizem que são, mas eles são uma equipe muito boa, portanto, necessário adaptar-se a isso”, finalizou.