Marcos Alonso ressalta evolução na Itália: "Posso jogar em mais de uma posição"

Ala esquerdo do Chelsea destacou como sua experiência na Fiorentina foi importante para desenvolver novos aspectos de seu jogo

Marcos Alonso ressalta evolução na Itália: "Posso jogar em mais de uma posição"
Foto: Adrian Dennis/AFP/Getty Images

Não demorou muito para Marcos Alonso ganhar espaço no time titular do Chelsea. Até por sua experiência anterior na Inglaterra, quando jogou por Bolton e Sunderland, o espanhol não precisou se adaptar ao futebol inglês. Além disso, o jogador já era conhecido do técnico Antonio Conte pelos confrontos Juventus x Fiorentina na Serie A. E é na Itália, que o ala esquerdo de 25 anos afirma que sua evolução aconteceu.

"A Itália tem uma liga muito competitiva. A maioria dos times estão esperando por você e são perfeitos taticamente. É como se depois da universidade você fizesse um mestrado. A Itália é mais ou menos isso para os defensores. Defender, manter posição e ser perfeito taticamente. Eles também trabalham muito o aspecto físico, então eu penso que isso é ótimo para os defensores jogarem na Itália", disse em entrevista ao site Goal.

Alonso foi formado nas canteras do Real Madrid, foi para o Bolton e depois passou três temporadas na Fiorentina (com um empréstimo de meio ano para o Sunderland em 2014). Em 2015-16, o espanhol foi escolhido o melhor lateral-esquerdo da Serie A e desbancou na Viola o capitão Manuel Pasqual, que teve mais de 10 anos de clube. No clube de Florença, Alonso atuou na maioria das vezes como um ala-esquerdo num esquema de três zagueiros, utilizado por Antonio Conte no Chelsea nos últimos jogos. Apesar da sua força ofensiva e de sua qualidade em cobranças de falta, o jogador também jogou várias vezes como zagueiro.

"Eu me acostumei a jogar de ala na Itália, porque durante os últimos anos esse foi o sistema que eu joguei. Na maioria do tempo, eu fui um ala esquerdo numa linha de cinco, mas também joguei algumas vezes como um zagueiro pela esquerda. Onde o time precisar da minha ajuda, eu farei meu melhor e é bom estar apto a atuar em mais de uma posição", explicou.

Com Marcos Alonso provavelmente como titular, o Chelsea recebe o Manchester United, no domingo (23), às 13h (horário de Brasília). Os Blues ocupam o 5º lugar após sete rodadas, com 16 pontos, três atrás do líder Man City.