Arsenal empata sem gols com Middlesbrough e assume liderança provisória

Gunners e Boro tentaram, mas não conseguiram modificar o placar no Emirates Stadium

Arsenal empata sem gols com Middlesbrough e assume liderança provisória
Foto: Dan Mullan / Getty Images
Arsenal
0 0
Middlesbrough
Arsenal: Cech; Bellerín, Mustafi, Koscielny, Monreal; Elneny (Chamberlain 74'), Coquelin, Walcott, Özil, Iwobi (Pérez 67'); Sánchez.
Middlesbrough: Valdés; Barragán, Ayala, Gibson, Friend; de Roon, Forshaw, Traoré, Clayton, Ramírez (Downing 85'); Negredo (Stuani 90+2').
ÁRBITRO: Mike Dean. Amarelos: Mustafi 64'.
INCIDENCIAS: partida válida pela nona rodada da premier league 2016/2017, realizado no emirates stadium, em londres, inglaterra.

Buscando continuar sua boa forma na temporada - sete vitórias nos últimos sete jogos -, o Arsenal foi a campo no Emirates Stadium receber o Middlesbrough, recém-promovido à Premier League, na tarde deste sábado (22), em partida válida pela nona rodada da competição. O resultado, porém, não mudou em nenhum momento na partida, terminando com o 0 a 0. 

A igualdade entre as equipes dá aos Gunners a liderança provisória, visto que o Manchester City ainda entra em campo nesta rodada. A equipe londrina foi aos 20 pontos, enquanto que os rivais de Manchester permanecem com 19. O Middlesbrough, por sua vez, não mudou de posição na tabela, permanecendo na 17ª, agora com sete pontos ganhos, após importante resultado. 

No próximo final de semana, o Arsenal irá visitar o Sunderland, no sábado (29), às 9h30, enquanto que o Middlesbrough joga em casa contra o Bournemouth, no mesmo dia, mas às 12h.

Equipes conseguem criar oportunidades importantes, mas nada de gols

Dada a diferença técnica entre as equipes aliada ao momento em que elas vivem atualmente no campeonato, o Arsenal começou mais em cima, tendo controle do jogo e da bola, conseguindo trabalhar ela e sempre tentando criar oportunidades, mas sem conseguir chegar ao gol. Aos 12 minutos, Elneny arriscou um arremate de fora da área, mas a bola acabou passando perto da trave, indo para fora.

Com tempo no relógio, os Gunners foram ditando o ritmo conforme os minutos foram se passando, mas ainda sem alguma enfiada de bola, um cruzamento preciso ou jogada coletiva trabalhada que é uma marca do time londrino. O mesmo pode ser dito sobre o Middlesbrough, que não conseguia atacar, porém se defendia de maneira eficiente, evitando um gol do adversário. Em cobrança de falta, também, o Boro conseguiu colocar a bola na trave com Ramirez.

Cech, aos 21 minutos, foi obrigado a fazer a primeira defesa sua do jogo, em jogada de Negredo e Traoré. De tanto tentar com bola rolando, o time da casa teve a primeira oportunidade em bola parada, quando Sánchez cobrou a infração e Valdés conseguiu fazer a defesa, evitando o que seria o primeiro gol do jogo na melhor chance dos Gunners. Com 33 minutos, Cech fez nova defesa na trave oposta na cabeçada de Ramirez. E assim, contudo, permaneceu a primeira etapa, com o zero no placar para os dois lados.

Apesar da insistência, placar não é modificado devido boas defesas dos goleiros

Precisando da vitória, o Arsenal começou em cima a segunda etapa. Logo com seis minutos, Sánchez consegue a batida cruzada, mas Koscielny não conseguiu completar para o gol que, caso conseguisse a finalização, a chance de abrir o placar seria grande. O chileno, novamente, teve outra oportunidade na bola parada, porém acabou mandando aberto demais, com a bola indo para fora.

Com 21 minutos, Walcott achou Alexis na área, mas o camisa 7 não conseguiu bater Valdés, que acabou fazendo a defesa na jogada. O tempo foi passando, o Arsenal foi efetuando algumas alterações, assim como o Middlesbrough e nada das equipes conseguirem criar algo que pudesse resultar em gol e, consequentemente, tirar o zero do placar. 

Aos 32 minutos, Sánchez tentou achar Walcott, mas o inglês não conseguiu chegar na bola. Já nos últimos 10 minutos, o nenhuma das equipes conseguiu levar algum perigo considerável para o gol adversário, exceto por um gol impedido do time da casa já nos acréscimos do jogo que levou alguns torcedores a comemorar a situação. Jogadas no desespero foram proferidas para a área do Boro, mas os Gunners não conseguiram aproveitar ou criar algo, dado o momento do jogo também.