Liverpool bate West Bromwich Albion e chega a vice-liderança da Premier League

Os reds dividem a primeira posição com o Arsenal, porém com um gol a menos de saldo e com uma partida a mais que o Manchester City; Coutinho teve mais uma boa apresentação

Liverpool bate West Bromwich Albion e chega a vice-liderança da Premier League
Foto: Divulgação/Liverpool
Liverpool
2 1
West Bromwich Albion
Liverpool: Karius, Clyne, Lovren, Matip, Milner; Can, Henderson, Lallana (Wijnaldum, min. 78), Coutinho (Lucas, min.87), Mané (Origi, min. 91); Firmino. Jurgen Klopp
West Bromwich Albion: Foster, Dawson, McAuley, Olsson, Nyom; Phillips (Morrison, min.51), Yacob (Brunt, intervalo), Fletcher, McClean (Robson-Kanu, min. 64); Chadli; Rondon. Tony Pullis
Placar: 1-0, min. 20, Mané. 2-0, min. 31, Coutinho. 21-, min. 80, McAuley.
ÁRBITRO: Cartão amarelo Yacob (min. 43), McClean (min. 57), Morrison (min. 86), Henderson (min. 88)
INCIDENCIAS: Jogo válido pela nona rodada da Premier League 2015/16, realizado no Anfield Road

Anfield, após reforma neste ano, esteve lotado mais uma vez. O Liverpool, em boa fase na temporada, recebeu o West Bromwich na continuação da 9° rodada da Premier League 2015/16 neste sábado (22) visando a liderança provisória do inglês. Apesar de ter a vida complicada no fim do jogo, time de Jurgen Klopp saiu vitorioso com gols marcados por Mané e Philipe Coutinho ainda na primeira etapa.

Com o resultado, o Liverpool alcançou a segunda colocação na tabela, atrás apenas do Arsenal, que ficou no empate com o Middlesbrough em casa. Os dois times estao com 20 pontos ganhos mas os gunners estão na frente por melhor saldo de gols. O Manchester City pode ultrapassar ambos caso vença o Southampton no domingo (23). O WBA fica na 13° colocação com apenas dez pontos. A equipe conta com duas vitórias em nove jogos na competição.

Ambas as equipes voltam a campo no próximo sábado (29). Às 12h no horário de Brasília, o WBA receberá o Manchester City no The Hawthorns. Já o Liverpool enfrentará o Crystal Palace fora de casa às 14h30.

Coutinho brilha na etapa inicial e põe Liverpool com boa vantagem

Desde os primeiros instantes do duelo, o time da casa não deu espaços para que Tony Pullis colocasse sua estratégia em jogo. Com isso, o WBA ficou amis recuado com poucos planos. O Liverpool esteve com a bola boa parte dos primeiros minutos e rondou a meta de Foster.

Logo aos 20 minutos os reds saíram na frente. Em jogada trabalhada pela defesa, Coutinho deixou a bola passar para Can, que tocou para Firmino cruzar de primeira. Mané bateu de chapa e Anfield foi a loucura. Mesmo com o gol, a equipe da casa não cessou os ataques. Aos 28, Lallana finalizou por cima.

Poucos minutos depois, exatamente aos 31, o Liverpool ampliou o placar. Em saída atrapalha de Fletcher e Foster, Mané tocou de lado para Coutinho. O camisa dez cortou para dentro da área e, de direita, finalizou sem chances para Foster, ampliando o marcador para 2 a 0.

Até o fim da primeira etapa, o West Brom teve alguns momentos em que tomou a posse de bola para si, mas esbarrou em Lovren e Matip, mostrando segurança e sem obrigar o goleiro scouser a fazer nenhuma defesa.

WBA diminui e chega perto, mas os reds saem de casa com a vitória

A vantagem estava construída, mas como é característica de Jurgen Klopp, a equipe procurava manter a posse de bola no ataque e sempre pressionava quando podia a defesa do WBA. Nove minutos da etapa final e o time da casa quase ampliou, mas a defesa antecipou-se ao chute de Roberto Firmino.

Três minutos depois, o Liverpool teve a melhor chance no segundo tempo. Em cobrança de falta de Coutinho, Lovren subiu mais que a zaga e cabeceou no canto direito, mas o goleiro Foster esticou o braço e fez boa defesa. No rebote, Firmino tentou de voleio, mas o chute foi bloqueado.

O WBA finalizou aos 25 minutos. Chadli recebeu na intermediária após troca de passes, assustando Karius. De tanto ficar com a bola e pressionar, os visitantes diminuiram a vantagem em bola parada. No escanteio pelo lado esquerdo, a bola sobrou para McAuley na pequena área chutar sem chances para defesa.

Os comandados de Tony Pullis partiram para cima em busca do empate. Com isso, os espaços na defesa foram se ampliando. O Liverpool aproveitou esses espaços em contra ataque e teve duas oportunidades de fazer o 3 a 1, mas Firmino, em ambas as oportunidades, parou em Foster. No último minuto, Wijnaldum chutou e a bola foi rente a trave, mas a vitória ficou com o Liverpool.