Pochettino reconhece momento ruim do Tottenham na UCL: "Não é o Wembley"

Argentino ainda lembrou que nas duas derrotas sofridas no estádio, o adversário acabou sendo mais clínico que os Spurs

Pochettino reconhece momento ruim do Tottenham na UCL: "Não é o Wembley"
Foto: Divulgação / Uefa

Antes do início da temporada, o Tottenham havia fechado contrato para poder disputar os jogos da Uefa Champions League no Wembley, muito por causa da capacidade ser dobrada em relação ao White Hart Lane, casa dos Spurs. Já foram dois jogos no estádio e duas derrotas. A segunda aconteceu nesta quarta-feira (2), frente o Bayer Leverkusen, o que dificultou um pouco a situação do time inglês no certame. O treinador do time, Mauricio Pochettino, porém, não culpa a 'nova casa', mas pede que equipe seja clínica. 

Os dois revés aconteceram por um gol de diferença, sendo 2 a 1 para o Monaco na primeira rodada e 1 a 0 para o Leverkusen. O Tottenham, por sua vez, teve diversas chances nos dois jogos de conseguir marcar o necessário para ao menos não perder. Sabendo disso, Pochettino foi bem incisivo na análise, deixando claro que a culpa não é o Wembley.

"Se olharmos as estatísticas, foi um jogo de igual para igual em chances criadas", disse na entrevista pós-jogo. "Se você não marcar [gols] em jogos de futebol, se torna difícil sair vitorioso. Dois jogos em Wembley, Leverkusen e Monaco, eles foram clínicos e nós não fomos, e por este motivo perdemos as partidas. Não podemos colocar a culpa no estádio", argumentou o argentino.

O técnico ainda comentou sobre a capacidade quase em sua totalidade, o que transformou em uma atmosfera diferente para o time do norte de Londres, elogiando a situação. "Wembley foi fantástico novamente para mim. Eu sempre gosto de vir aqui. Nós simplesmente precisamos mostrar mais. Fomos ruins novamente. Precisamos ser críticos com nossas atuações e estamos bem desapontados por não mostrarmos nosso potencial. O problema é a gente, não Wembley", enfatizou.

O Tottenham ainda tem outro jogo no templo do futebol inglês, contra o CSKA, na última rodada. Até lá, o time ainda jogará contra o Monaco, fora de casa, precisando do resultado para se manter vivo na competição.