Liverpool tropeça diante do Southampton e tem liderança ameaçada pelo Chelsea

Reds empatam com Saints no St. Mary's e podem ser ultrapassados pelos Blues, que enfrentam o Middlesbrough

Liverpool tropeça diante do Southampton e tem liderança ameaçada pelo Chelsea
Firmino lamenta chances perdidas e empate que podem custar a liderança (Foto: Ben Stansall/AFP/Getty Images)
Southampton
0 0
Liverpool
Southampton: Forster; Cedric, Fonte, Van Dijk e Bertrand; Romeu e Hojbjerg (Reed, Min. 78); Boufal (Long, Min. 66), Davis e Redmond; Austin (Jay Rodriguez, Min. 75). técnico: Claude Puel
Liverpool: Karius; Clyne, Matip, Lovren e Milner; Can (Sturridge, Min. 78) e Henderson; Wijnaldum, Mané (Origi, Min. 90+1) e Coutinho; Firmino. técnico: Jurgen Klopp
ÁRBITRO: Mark Clattenburg; cartões amarelos: Cedric (Min. 61), Coutinho (Min. 78)
INCIDENCIAS: partida válida pela 12ª rodada da primeira league 2016/17, realizada no estádio st. mary's, em southampton

Muita pressão, mas nada de bola na rede. Neste sábado (19), o Liverpool até pressionou bastante na segunda etapa, mas apenas empatou com o Southampton no St. Mary's em 0 a 0 pela 12ª rodada da Premier League 2016/17.

Com este resultado, o Liverpool segue na liderança com 27 pontos, mesma pontuação do Manchester City, mas podendo ser ultrapassado pelo Chelsea, que enfrenta o Middlesbrough neste domingo (20). O Southampton está em 9º com 14 pontos.

Na próxima rodada, o Southampton reencontrará seu ex-técnico Ronald Koeman, quando recebe o Everton no domingo (27), às 14h30 (horário de Brasília). No sábado, às 13h (horário de Brasília), o Liverpool recebe o pobre Sunderland.

Equilíbrio total

Como esperado, o início de jogo foi de bastante estudo pelos dois lados. Enquanto o Southampton ficava mais tempo com a bola, trocando passes em busca de achar espaços, o Liverpool imprimia seu jogo de bastante velocidade, principalmente buscando o quarteto Coutinho-Mané-Wijnaldum-Firmino, mas sem muito sucesso no início.

Depois de um começo com poucas chances, saiu a primeira ocasião de gol aos 26', quando, após bate rebate dentro da área, Wijnaldum conseguiu passar bem para Mané, que finalizou bonito de primeira, mas Fraser Forster fez grande defesa de mão trocada, salvando os Saints e evitando que a "Lei do Ex" reinasse no St. Mary's.

Após esta boa chance, o jogo voltou a ficar bastante equilibrado em Southampton, com muita batalha no meio de campo. As duas equipes erravam bastante e "trocavam a posse da bola", só que sem objetividade para conseguir criar chances de gol. O Liverpool até rondava mais a área dos Saints, mas a dupla Fonte e Van Dijk faziam um ótimo jogo. Após 45 minutos, placar inalterado: 0 a 0. 

Liverpool é melhor, mas perde várias chances e partida acaba sem gols

O segundo tempo prometia e começou com uma intensidade bem maior que o primeiro, tanto que o Liverpool pressionava demais desde o início, chegando bem melhor que nos primeiros 45 minutos. O Southampton tendo em vista que, mesmo atuando em casa, empatar com um forte time como o Liverpool seria um bom resultado, se precavia mais, defendendo bem e tentando sair em velocidade com os contra-ataques.

Aos 13', duas chances em sequência, uma de cada time. A primeira foi do Liverpool, quando Coutinho cobrou falta da direita, Matip quase alcançou e Austin mandou por cima, afastando o perigo, mas quase marcando contra. Depois foi a vez Cedric descer muito bem pela direita, ir até o fundo e cruzar para Austin, que venceu Clyne e cabeceou, mas mandou para fora.

Como já dito, o segundo tempo era bem melhor e muito mais aberto no St. Mary's. Os Reds seguiam chegando com mais perigo, tanto que quase abriram o placar aos 21', quando Coutinho deu ótimo passe para Firmino, que dominou livre dentro da área, cara a cara com Forster, finalizou de três dedos, mas acabou tirando demais do goleiro inglês e perdeu a melhor chance do jogo. Os Reds até pressionaram no final, mas não conseguiram furar a meta defendida por Fraser Forster e a partida terminou no empate sem gols.