Para evitar vexame, United recebe Feyenoord tentando vaga na próxima fase da UEL

Time inglês está apenas na terceira posição do grupo A e precisa de uma vitória para tirar os holandeses da liderança;

Para evitar vexame, United recebe Feyenoord tentando vaga na próxima fase da UEL
Foto: Getty Images
Manchester United
Feyenoord
Manchester United: De Gea; Darmian, Blind, Jones, Rojo; Ander Herrera, Pogba, Mata, Mkhitaryan; Rashford(Martial), Ibrahimovic. Jose Mourinho
Feyenoord: Jones; Karsdorp, Vejinovc, Nelom, van der Heijden; Tapiai, Toornstra, Vilhena, Kuyt, Elia, Jorgensen. Gio van Bronckhorst
ÁRBITRO: Manuel Grafe (ALE)
INCIDENCIAS: Jogo válido pela 5° rodada da uefa europa league, que será realizado no old trafford

Na briga para entrar na zona de classificação para a fase seguinte da Uefa Europa League, o Manchester United receberá o Feyenoord no Old Trafford nesta quinta-feira (24) às 18h (de Brasília). O time inglês está em terceiro no grupo A com seis pontos, um a menos que o líder, o time holandês.

Na primeira rodada da competição, no dia 15 de setembro, Vilhena marcou o gol solitário da partida, dando os três pontos para o Feyenoord. Contra o Zorya, na Ucrânia, o Feyenoord apenas empatou na última rodada por 1 a 1. Já o United vem de derrota para o Fenerbahce por 2 a 1, saindo até então das duas primeiras posições no grupo.

As duas equipes vivem momentos distintos em seus campeonatos nacionais. Na Premier League, os red devils estão na sexta posição com 19 pontos ganhos, nove atrás do líder Chelsea. O Feyenoord, pelo contrário, é o líder isolado da Eredivisie com 31 pontos e goza do melhor ataque, com 21 gols marcados.

Mourinho promove entrada de Mkhitaryan

O foco é na vitória. O United não vem de derrota nos últimso dois jogos do campeonato inglês, mas ainda está longe de agradar a sua torcida. Não é diferente na competição europeia que disputa. São apenas duas vitórias em quatro jogos na Europa League e o revés diante do Fenerbahce na Turquia colocou o time em terceiro lugar. Hoje, estara fora da fase de 16 avos do torneio.

Mesmo assim, o time não deve ser muito diferente do que entrou em campo contra o Arsenal. A novidade é a entrada do meia Mkhitaryan na equipes. Confirmado por Mourinho nesta semana, o armeno atuará apenas pela sétima vez na temporada. Lesões e escolhas de Mourinho atrapalharam este início de temporada do ex-Borussia Dortmund.

O técnico Jose Mourinho afirmou a entrada de Mkhi na equipe ainda no sábado: "Sim. Eu disse a ele que estará envolvido no jogo contra o Feyenoord. Obviamente, ele não está feliz, mas ele está transformando sua frustração em boas escolhas, que é fechar a boca, trabalhar duro e tentar se adaptar", afirmou.

Mourinho falou em coletiva nesta quarta-feira que está no lugar certo, apesar de estar apenas começando nos diabos vermelhos: "Se você me perguntar se eu quero ter sucesso aqui e se eu quero ficar mais do que os três anos (contrato), então sim, eu faria, porque eu estou no clube onde eu queria estar. Eu tenho que merecer isso, então, vamos ir passo a passo e ver a evolução dos meus resultados. Se um dia o clube acha que eu mereço (outro contrato), então eu ficaria orgulhoso disso, mas estou apenas no início", contou.

Desfalques não desanimam Gio, que confia no elenco

A vitória por 3 a 0 contra o Zwolle na rodada que passou da Eredivisie mostrou que o Feyenoord voltou a brigar forta dentro da Holanda. Na Uefa Europa League, apesar da liderança do grupo A, a equipe ainda não deslanchou nos quatro jogos que fez. Contra o Zorya na quarta rodada, o time apenas empatou e esse ponto foi encarado com sabor de vitória pelas circuntâncias do duelo em si.

Para o duelo contra o Manchester United, Gio van Bronckhorst terá quatro desfalques: o zagueiro Eric Botteghin suspensou e os lesionados Terrence Kongolo, El Ahmadi e Sven van Beek. O treinador ainda não esolheu quais serão so titulares. Ahmadi chegou a ficar na lista para a viagem da Inglaterra, mas ficou impossibilitado. Renato Tapia deve entrar em seu lugar. "El Ahmadi em campo seria um risco para nós e para ele, mas queríamos muito ele neste jogo. Esperamos que ele volte normalmente no domingo (quando enfrenta o Utrecht)", afirmou Gio.

Porém, os desfalques não tiram a confiança do técnico, que acredita em vitória no Teatro dos Sonhos. "Estamos perdendo alguns jogadores, especialmente para o jogo da volta. Mas temos uma grande equipe e que pode absorver esses problemas. Teremos de ser superiores para obter um bom resultado, e nós provamos em Roterdã que é possível", encerrou Gio.