United pressiona, mas fica no empate com West Ham e segue distante das primeiras posições

Red Devils param em excelente atuação do goleiro Randolph e voltam a empatam em Old Trafford pelo quarto jogo seguido na PL; clube perde oportunidade de se aproximar da zona de competições europeias

United pressiona, mas fica no empate com West Ham e segue distante das primeiras posições
Foto: Arfa Griffiths/West Ham via Getty Images
Manchester United
1 1
West Ham
Manchester United: De Gea; Valencia, Jones, Marcos Rojo e Darmian; Ander Herrera, Pogba, Rashford (Rooney, min. 65'), Lingard (Fellaini, min. 85') e Juan Mata (Mkhitaryan, min. 65'); Ibrahimovic
West Ham: Randolph; Kouyaté, Collins e Ogbonna; Antonio, Obiang, Noble e Cresswell; Lanzini (Ayew, min. 74'), Payet (Feghouli, min. 90+4') e Sakho (Fletcher, min. 65')
Placar: 0-1, min. 2', Sakho 1-1, min. 21', Ibrahimovic
ÁRBITRO: John Moss | Cartões Amarelos: Pogba, min. 28' (MUN); Cresswell, min. 89' (WHU); Valencia, min. 90' (MUN)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 13ª rodada da Premier League 2016/17, realizada em Old Trafford

Mais um empate em Old Trafford. O Manchester United segue distante da zona de classificação às competições europeias ao empatar com o West Ham em 1 a 1 neste domingo (27). O confronto foi válido pela 13ª rodada da Premier LeagueSakho Ibrahimovic marcaram os gols do duelo.

Com o resultado, os comandados de Mourinho seguem apenas na sexta colocação com 20 pontos, quatro abaixo do Tottenham, quinto colocado. Já o time londrino ocupa a 16ª posição com apenas 12 pontos conquistados.

As equipes retornam à campo nesta quarta-feira (30), quando se enfrentam pelas quartas de final da Copa da Liga Inglesa. O embate ocorre novamente no Teatro dos Sonhos às 18h (horário de Brasília).

Pelo campeonato inglês, os Hammers recebem o Arsenal no Estádio Olímpico às 15h30 do próximo sábado (3); os comandados de José Mourinho visitam o Everton no Goodison Park às 14h de domingo (4).

West Ham sai na frente logo no início, mas Ibra iguala o marcador

Apesar da boa atuação de Mkhitaryan no 4 a 0 diante do Feyenoord pela Europa League - performance que rendeu elogios de Mou ao meia armênio, o jogador de 27 anos começou no banco de reservas.

Apostando na velocidade com Lingard Rashford pelas pontas, o United voltou a sofrer gol no começo da partida - assim como ocorreu diante do Chelsea e do Fenerbahçe pela UEL. Aos 2', Payet cobrou falta na cabeça de Sakho, finalizando de forma indefensável para De Gea.

Sem sustos, os Red Devils não demoraram para tomar o controle do jogo. Aos 22', Pogba deu lindo lançamento para Ibrahimovic, que escorou de cabeça sem chances para Randolph - foi o sétimo gol do sueco em 12 jogos pela Premier League.

O decorrer da etapa inicial foi de pressão dos donos da casa. Em duas oportunidades, Rashford Lingard saíram cara a cara com o goleiro dos Hammers, que efetuou ótimas defesas em ambas as finalizações. Bastante movimentado, o primeiro tempo chegou ao fim com total domínio por parte dos anfitriões.

Bela assistência de Pogba para Ibra empatou o marcador no Teatro dos Sonhos | Foto: Clive Brunskill/Getty Images
Bela assistência de Pogba para Ibra: empate no Teatro dos Sonhos | Foto: Clive Brunskill/Getty Images

United pressiona, mas Randolph mantém empate ao apito final

A etapa complementar iniciou de forma menos intensa em relação ao primeiro tempo. Ambas as equipes elaboravam seus respectivos planos de jogo e eram mais clínicas para evitar erros cruciais que poderiam resultar em derrota.

Aos 65', Mkhitaryan Rooney entraram nos lugares de Juan Mata Rashford, que não foram bem no cotejo deste domingo. As alterações buscavam um maior caráter incisivo no United para quebrar a marcação dos Hammers, além de Rooney atuar mais próximo de Ibra no final third.

O cronômetro marcava 77' quando Mkhi aproveitou sobra de bola na área, mas o armênio finalizou na trave. Lingard chegou a estufar as redes no rebote, porém estava em posição irregular e o gol foi invalidado. Pogba arriscou de fora da área na sequência para mais uma excelente defesa de Randolph.

Deixando qualquer restante de tática de lado, o United se alçou todo para o ataque nos últimos minutos e quase foi surpreendido. Fletcher finalizou na pequena área para excelente defesa de De Gea aos 87'. A sequência foi de afobação por parte dos donos da casa, que não conseguiram balançar as redes adversárias e voltaram a empatar em Old Trafford na Premier League - o quarto consecutivo, algo que não ocorria desde dezembro de 1980.

Randolph evitou derrota dos Hammers em Old Trafford com ótimas defesas | Foto: Clive Brunskill/Getty Images
Randolph evitou derrota dos Hammers em Old Trafford com ótimas defesas | Foto: Clive Brunskill/Getty Images