United supera West Ham com dois de Ibra e alcança semifinais da Copa da Liga

Reds Devils são melhores, goleiam Hammers e chegam à penúltima fase da competição; partida foi marcada por homenagens à tragédia da última terça-feira envolvendo avião da Chapecoense

United supera West Ham com dois de Ibra e alcança semifinais da Copa da Liga
Ibra e Martial marcaram dois gols cada um nesta quarta-feira (Foto: Phil Noble/Reuters)
Manchester United
4 1
West Ham
Manchester United: De Gea; Valencia, Jones, Rojo, Shaw (Blind); Carrick, Herrera, Mhkitaryan (Rashford); Rooney, Ibrahimovic, Martial (Schweinsteiger). José Mourinho.
West Ham: Adrian; Antonio, Kouyate, Reid, Ogbonna, Cresswel (Masuaku); Obiang, Fernandes, Feghouli, Payet (Zaza); Fletcher. Slaven Bilić.
Placar: 1-0, Ibrahimovic (2'); 1-1, Fletcher (34'); 2-1, Martial (48'); 3-1, Martial (62'); 4-1', Ibrahimovic (93').
ÁRBITRO: M. Jones. Amarelos: Obiang, Valencia, Rooney.
INCIDENCIAS: Partida válida pelas quartas de final da Copa da Liga Inglesa, realizada em Old Trafford, Manchester.

Em mais uma partida marcada por homenagens às vítimas do acidente aéreo ocorrido na Colômbia, o Manchester United derrotou, nesta quarta-feira (30), a equipe do West Ham, por 4 a 1, em Old Trafford, pelas quartas de final da Copa da Liga Inglesa, e avançou às semifinais da competição nacional. 

+ Clubes europeus prestam homenagens a Chapecoense

Os gols da partida foram marcados por Zlatan Ibrahimovic (2x), Anthony Martial (2x) para os Red Devils, e Ashley Fletcher descontou para os visitantes. No fim de semana, pela Premier League, o United visita o Everton, no domingo (4/12), enquanto os Hammers recebem o time do Arsenal, um dia antes. 

United abre placar com Ibra, perde oportunidades e sofre empate

O Manchester United começou a partida melhor que os visitantes, dentro do campo de defesa do West Ham, não dando chances de fuga dos Hammers. Já aos dois minutos de jogo, Rooney deu bom passe para Mhkitaryan, que deixou Ibrahimovic na cara do gol com toque de calcanhar, para o sueco abrir o placar no Old Trafford.

Pouco depois, aos seis minutos, Rooney deu novo passe, dessa vez para Ibra, que avançou e perdeu duas grandes chances, sem passar para Martial, que parecia em melhor posição para finalizar. Aos 8’, Martial apareceria arrancando na esquerda e sendo derrubado pela primeira vez por Obiang. Minutos depois, após rebote de escanteio do West Ham, Mhkitaryan puxou contra-ataque, passou para Valencia, que achou Ibra na direita e o camisa 9 cruzou para área e a bola foi cortada para escanteio.

Como resposta, aos 12’, Feghouli arrancou sozinho, prendeu bola, mas Rojo antecipou-se e roubou a bola sem maiores problemas. Já no minuto seguinte, Antonio cruzou da direita e bola saiu em escanteio. No rebote do escanteio, Valencia arrancou pelo meio, passou para Martial, que tentou drible em Obiang e foi novamente derrubado pelo defensor, na entrada da área do West Ham. Na cobrança da falta, Rooney cobrou bem e Adrian jogou a bola para escanteio.

Aos 17’, Rooney deu mais uma bom passe, para Mhkitaryan, que achou Martial na esquerda. O camisa 11 avançou pelo meio e bateu por cima da meta dos Hammers. Cinco minutos depois, aos 22’, Antonio fez graça na defesa, Ibra roubou a bola, tocou para Martial, que encontrou Mkhitaryan dentro da área, tendo o armênio encontrar Herrera na entrada da área, para finalização que parou na defesa.

As chances para os donos da casa continuavam e aos 29 minutos, Ibra arrancou, finalizou de fora da área e a bola sobrou para Mhkitaryan, que encontrou Martial no outro lado da área do West Ham. Na finalização da jogada, Martial chutou fraco e Adrian defendeu sem problemas.

Minutos depois o West Ham chegaria ao empate. Aos 34 minutos, Dimitri Payet avançou da esquerda para o meio, bateu de fora da área, contou com falha de De Gea, e no rebote Fletcher, criado no United, colocou a bola para dentro das redes do goleiro espanhol.  Nos minutos finais da primeira etapa, a intensidade do jogo caiu e não houve grandes chances.

Donos da casa continuam melhores, Martial faz 2 e Ibra fecha goleada

O United começou o segundo tempo da mesma forma que iniciou o primeiro: dentro do campo de ataque. E como consequência, já desempatou a partida logo aos 3 minutos da segunda etapa, com Martial. Em jogada pela direita, Herrera recuperou bola, achou Valencia, que teve belo domínio e passou para Mhkitaryan dar belo passe para Martial colocar a bola dentro das redes de Adrian.

Já aos 10 minutos, Martial apareceu novamente. Rooney achou o francês na frente do gol de Adrian e deu belo passe para o companheiro, que não finalizou bem e o goleiro espanhol fez boa defesa. Minutos depois, Rooney foi derrubado perto da entrada da área. Na cobrança da falta, Ibrahimovic bateu rasteiro e forte e Adrian fez importante defesa.

Aos 17’, Martial marcou seu segundo gol na partida e o terceiro do United no jogo. Em grande jogada, iniciada por Valencia, o equatoriano passou para Herrera, que passou para Ibra dar grande passe para Valencia assistir Martial. Já aos 30 minutos, o United continuava em cima, e Ibra, após sobra na área, cruzou de bicicleta para Rooney, que subiu e foi atingido pelo zagueiro Reid, saiu sangrando, pediu pênalti e foi ignorado pelo árbitro.

Em sequência de lances, aos 32’ e 33’, Rooney e Mhkitaryan finalizaram para fora. Já aos 35’ Mhkitaryan achou Ibra sozinho e o sueco finalizou rasteiro e no canto para Adrian realizar grande intervenção. Como resposta, o West Ham chegava com Feghouli, Fernandes e Zaza, principalmente.

Depois de longo tempo longe dos gramados, Bastian Schweinsteiger entrou no lugar de Martial e foi importante. Aos 44’, o alemão tabelou pela esquerda e bateu forte para fora. Já no último minuto da partida, participou do quarto gol dos Red Devils. Rooney cobrou lateral na esquerda, Bastian deu bom passe para Herrera, que foi até a linha de fundo e assistiu Ibra, que colocou a bola dentro das redes de Adrian. 

United já viveu drama parecido ao vivido pela Chapecoense, em 1958 (Foto: Divulgação/Manchester United)
United já viveu drama parecido ao vivido pela Chapecoense, em 1958 (Foto: Divulgação/Manchester United)