Sánchez reitera desejo de ganhar Champions League e aumenta especulações sobre saída

Chileno ainda revelou que 'tomou sua decisão' e aguarda o Arsenal tomar a sua; por outro lado, Wenger afirmou ter tido uma conversa positiva com o atleta

Sánchez reitera desejo de ganhar Champions League e aumenta especulações sobre saída
Apesar da vontade de disputar torneio continental, os Gunners parecem querer manter o jogador (Foto: Rob Newell / CameraSport via Getty Images)

Embora a saga de Mesut Özil pode ter tido um final feliz ao Arsenal, a de Alexis Sánchez parece não ter chegado ao fim, mesmo que o técnico do time, Arsène Wenger, tenha dito que teve conversas positivas com o chileno sobre seu futuro na agremiação. O novo capítulo da vez foi uma publicação neste sábado (15) da rádio chilena Radio Sport, onde revelou que o ex-Barcelona disse 'ter tomado sua decisão' e que sua vontade é jogar e ganhar a Uefa Champions League.

A vontade de manter o jogador por parte dos Gunners é clara, dada a importância que Alexis tem para o clube. Contudo, a ambição do atleta é do conhecimento dos apaixonados por futebol e é claro que ele tem vontade de vencer uma competição do calibre da Uefa Champions League, 'um sonho de infância', segundo o próprio. 

"Eu tomei minha decisão, mas agora o Arsenal precisa tomar uma também", disse à rádio chilena, visto que está em sua cidade natal, Tocopilla, ainda de férias. "Depende deles e eu tenho que esperar para saber o que farão. Minha vontade é de jogar e ganhar a Uefa Champions League, um desejo que tenho desde pequeno", acrescentou. 

Alexis Sánchez festeja recorde pela Seleção Chilena: "Ainda não tenho dimensão do que atingi"

Em contrapartida, Wenger falou em entrevista após a vitória no amistoso contra o Western Sidney Wanderers neste sábado (15) que teve uma conversa com Sánchez via SMS e que ela acabou sendo bem positiva. "Mas é claro [que Alexis ficará]. Não tem muito o que ser resolvido com o jogador [no momento]. Conversei com ele via mensagem e foi bem positiva. Meus pensamentos são sempre positivos", declarou o francês.

Ainda na mesma entrevista, Arsène também desviou as especulações envolvendo o meia Jack Wilshere, que poderia estar de saída do clube após empréstimo por um ano com o Bournemouth. "Vou te dar uma resposta bem focada; de que ele precisa trabalhar muito se quiser lutar por uma vaga no time, mas acho que ele vai permanecer um jogador do Arsenal, sim. Entretanto, quando ele estiver de volta, não estará muito longe de treinar com o time principal", afirmou, revelando seus pensamentos para quando o inglês retornar de lesão. 


Share on Facebook