Após primeira temporada irregular, Mkhitaryan diz querer provar valor a Mourinho

Em 2016/17, armênio deu uma assistência e marcou quatro gols; meia ainda comentou sobre novas contratações do United

Após primeira temporada irregular, Mkhitaryan diz querer provar valor a Mourinho
Foto: Getty Images

Henrikh Mkhitaryan chegou ao Manchester United no ano passado, e apesar de disputar apenas 24 partidas na Premier League, parece ter conseguido seu espaço no time. Em sua primeira temporada, o armênio deu uma assistência e marcou quatro gols, sendo um deles, na final da Europa League. Em entrevista, o atleta analisou brevemente seu desempenho e disse que está dando o seu melhor para mostrar ao técnico, José Mourinho, que está pronto para jogar. 

Com tantas opções para o jogo do United, o treinador português terá de escolher bem seu time titular em determinadas áreas dos 11 jogadores. "Ele sempre tenta achar o melhor para o jogador e sempre está vendo se os jogadores estão treinando forte e é isso que estou fazendo", comentou o meia sobre Mou. "Estou treinando muito e fazendo o meu melhor pra mostrar pra ele que estou pronto pra jogar", enfatizou.

"Estou sempre tentando ajudar todos do time a alcançar seus sonhos, sempre tentando ajudar o time a marcar gols porque é por isso que estamos jogando. Claro, terão jogos que você não consegue isso mas você deve tentar ajudar o time e que seus companheiros façam o mesmo por você", acrescentou. 

Mourinho venceu a Europa League no seu primeiro ano no comando dos Red Devils, e o meia armênio acredita que o foco agora é vencer mais títulos.

"Todo jogador que usa a camisa do Manchester United precisa ter essa mentalidade, porque se você está aqui, significa que você deve vencer. Você não está aqui somente para dizer que joga pelo United. Você tá aqui pra mostrar sua qualidade, ajudar o time a vencer troféus e ser o melhor", comentou Mkhitaryan enfatizando o peso da camisa do time.

Mkhitaryan também se mostrou contente com as contratações de Romelu Lukaku e Victor Lindelof para reforçar o time, apesar de perder Wayne Rooney que voltou ao Everton. "Estou contente que eles se juntaram ao Manchester United, são muito bons jogadores e não é a toa que estão aqui. Isso significa que são fortes o suficiente para jogarem por este time. Claro que vamos ajudá-los a se adaptar no clube e na cidade, e conseguir o retorno deles para vencermos os jogos", finalizou.

Inglaterra