Epidemia na Premier League: entenda as recorrentes lesões em ligamentos

Na última temporada, 28 jogadores do torneio sofreram graves lesões no ligamento do joelho; esse é o número mais alto nas últimas cinco épocas

Epidemia na Premier League: entenda as recorrentes lesões em ligamentos
Ibrahimovic foi uma vítima da lesão na temporada passada (Foto: Matthew Ashton / Getty Images)

Usar a posição atlética do seu corpo como instrumento de trabalho pode ser extremamente perigoso, dependendo da gravidade de exposição. No futebol, um assunto recorrente nos últimos tempos anda sendo as lesões em ligamentos dos joelhos e os torcedores e comissão técnica sempre se preocupam quando um atleta cai no gramado colocando a mão no local. 

O caso mais grave é quando ocorre uma lesão no ligamento cruzado anterior, e só na Premier League foram 17 na temporada passada. O ex-lateral do Chelsea, Pat Nevin, dizem que os "problemas no joelho parecem estar em proporções epidêmicas num jogo de alto nível". Foram 9 no ligamento colateral medial, e apenas 2 no ligamento colateral lateral. Totalizando 28 lesões.

O que é uma lesão do ligamento do joelho ?

Foto: Divulgação / Tuasaude.com
Foto: Divulgação / Tuasaude.com

Um joelho de uma pessoa normal possui vários ligamentos. Os ligamentos colaterais medial e lateral ligam as duas partes da perna, a superior e inferior. Eles ajudam a manter a parte externa da articulação do joelho estável.

Os ligamentos cruzados anterior e posterior estão no centro do joelho. Sua função principal é estabilizar quando um jogador está girando o corpo.

Todos sabem que o futebol é um esporte de extremo contato e de alta intensidade para os membros inferiores, ou seja, se o ligamentos cruzados forem rompidos, um jogador com uma idade mais avançada pode ficar até 9 meses parado, se recuperando.

Qual a opinião dos especialistas ?

Entrevistado pela BBC Sport, o Dr. Bilal Barkatali, ortopedista cirurgião especializado em lesões no joelho do esporte, sugere o desgaste como a principal razão, particularmente em jogadores de futebol de alto nível.

Perguntado sobre a lesão recente de Zlatan Ibrahimovic, atuando pelo Manchester United, o Dr. explicou que naquele caso, o jogador exigia do esforço de todos os músculos de seu corpo, mas como o desgaste já estava alto, não foi possível. Ocorrendo a grave lesão. Portanto, a fadiga e o excesso de esforço são uns fatores de como essas lesões acontecem.

"Mesmo com uma idade avançada dele, Zlatan gozava de uma boa forma física. Apesar disso, o peso na queda do salto exige que todos os músculos dele se ativem no momento correto para dar suporte na sua articulação. Então, se ele está cansado, esses músculos não aguentam a pressão, e toda essa força passará pelo meio da articulação, resultando na rotação ao redor do joelho causando uma ruptura do ligamento cruzado anterior", observou. 

Momento da lesão. Pela cara dele, podemos ver o quanto isso dói (Foto: Getty Images)
Momento da lesão. Pela cara dele, podemos ver o quanto isso dói (Foto: Matthew Ashton / Getty Images)

Colin Martin também foi questionado sobre o assunto. Ele é um especialista em calçados de empresa que trabalhou em vários clubes esportivos. Ele diz que chuteiras mais suaves e menos apertadas são os fatores principais, assim como o aumento contínuo do ritmo de jogo.

"Os dois combinados provavelmente desempenham um grande papel nas taxas de lesões aumentadas", afirma Colin, que projeta calçados que dão"mais estabilidade ao pé e ao tornozelo, o que, por sua vez, significa que o jogador tem um suporte melhor para trabalhar". 

E o último especialista entrevistado foi John Ledwidge, o gerente de propriedades da cidade de Leicester, na Inglaterra, deu outro ponto de vista na discussão. Falou sobre os gramados, que devem manter um padrão de qualidade, pois influência em diversas lesões de jogadores. Ele garantiu estar trabalhando para garantir um nível adequado.

"Certamente, em Leicester, trabalhamos excepcionalmente para garantir os parâmetros de firmeza do gramado, há um nível padrão de umidade, o tratamento do gramado está praticamente a maior parte do ano trabalhando para garantir que os jogadores não se lesionem."

John também comentou sobre o caso de Ibrahimovic, que segundo ele, pode ter sido ocasionado pelo gramado e pelo calçado que o atleta estava usando na hora.

"Tomando Ibrahimovic como um exemplo, naquele dia, talvez naquele pequeno espaço que ele entrou em contato com o solo, o campo poderia estar com algum buraco, ou alguma falha. Mas também as chuteiras dele, podem ter influenciado, fora o desgaste. Tudo isso são fatores que contribuem."

Visão do jogador de futebol 

Pat Nevin (Foto: Getty Images)
Pat Nevin (Foto: Adam Davy / Getty Images)

Pat Nevin afirmou estar preocupado com a situação atual, e que devem haver estudos mais aprofundados sobre o assunto, pois o próprio nível exigido dos atletas estão os prejudicando.

"Precisamos de mais trabalhos estatísticos obviamente, mas eu ouvi muitas queixas afirmando que os avanços parecem estar agravando o problema. Além disso, lembre-se de que os jogadores estão treinando precisamente no mesmo estilo todos os dias. Eu sei que alguns treinadores estão preocupados."

Nevin, ainda, deu a entender que os executivos dos clubes bilionários não estão preocupados com esse tipo de assunto. Para eles, o que importa é ter um bom público, gerar uma ótima renda e todo mundo fica feliz, mas não é assim que funciona. Os jogadores de futebol são seres humanos, precisam de cuidados especiais. Não são máquinas.

"Numa visão simplificada, os jogadores modernos parecem fantásticos, eles são incríveis e podem lidar com um enorme desgaste. Gera audiência e renda. Não tem do que reclamar. Mas quando a mudança começou a acontecer, acho que esqueceram de perguntar aos jogadores, treinadores e médicos o que era preciso."

Qual o custo disso tudo ?

Rojo foi uma das vítimas da lesão no joelho (Foto: Getty Images)
Rojo foi uma das vítimas da lesão no joelho (Foto: Laurence Griffiths / Getty Images)

Segundo a pesquisa do Sporting Intelligence, os clubes da Premier League gastaram um total de £ 177 milhões em salários aos jogadores na temporada passada. Mas há um porém, todos estavam lesionados. 

A pesquisa também mostrou que houveram 108 lesões de joelho na última temporada. No entanto, as lesões mais graves cicatrizaram-se em aproximadamente 70 dias. 

Os ferimentos no joelho foram os que tiraram mais dinheiro dos clubes, pagando uma média de £ 448.719 mil por lesão e um total de quase £ 50 milhões ao longo da temporada. O líder do esporte da JLT, que são especialistas em seguros e riscos, Duncan Fraser, afirmou que na constante que os jogadores vão se valorizando, os custos se tornam mais caros.

"Parece que estamos vendo um caso de lesão inflacionada este ano. Nas últimas seis temporadas, tiveram um aumento constante no custo das lesões, à medida que os jogadores se tornam cada vez mais caros e a Premier League torna-se cada vez mais competitiva."

E concluiu da seguinte forma: "As lesões não só tornam mais difícil administrar uma equipe, mas também há um custo direto associado a ela, sob a forma de salários pagos aos jogadores, mesmo estando de repouso, sem poder participar dos jogos."

Inglaterra