Gabriel Jesus marca e City bate West Ham sem dificuldades no encerramento da pré-temporada

Citizens ainda contaram com gols de Agüero e Sterling para fecharem o placar; Hammers não ofereceram grandes problemas aos adversários

Gabriel Jesus marca e City bate West Ham sem dificuldades no encerramento da pré-temporada
Brasileiro abriu a conta para os Sky Blues (Foto: Ian Walton / Getty Images)

A uma semana da abertura da Premier League, Manchester City e West Ham encerraram suas pré-temporadas em amistoso disputado em Reiquiavíque, capital da Islândia, nesta sexta-feira (4). Os Citizens saíram com a vitória por 3 a 0, não tendo grandes dificuldades para bater os rivais ingleses com gols de Gabriel Jesus, Raheem Sterling e Kun Agüero.

Agora os dois times encaram a semana que está para entrar como a preparação final visando a nova época. O Manchester City irá estrear no campeonato inglês realizando viagem ao sul da Inglaterra para enfrentar o recém-promovido Brighton, no sábado (12), às 13h30. Já o West Ham vai começar sua campanha contra o Manchester United, no Old Trafford, no dia seguinte às 12h. 

O primeiro tempo do confronto foi bem tranquilo para o City, visto que a equipe começou já com o pé direito aos nove minutos. Gabriel Jesus recebeu passe de Kevin De Bruyne e só empurrou pro fundo das redes de uma distância curta, abrindo logo de cara o placar na Islândia. Após isso, tentativas foram feitas dos dois lados, embora o City conseguia ser mais contundente. No fim das contas, a etapa inicial se encerrou com o placar que lhe deu começo. 

Já para a fase final do jogo, os mandantes da vez continuaram sua caminhada rumo à vitória, ainda que agora com menos intensidade. Quando o relógio marcava 10 minutos, David Silva fez boa jogada pela esquerda e cruzou rasteiro para Agüero também só ter o trabalho de colocar a bola no fundo do barbante, ampliando a vantagem naquele momento.

Já aos 25, Sterling tratou de colocar números finais no confronto quando aproveitou bola desviada em chute da entrada da área que caiu no 'seu colo' para apenas finalizar de voleio para o fundo das redes. Depois daí, os times conseguiram diminuir ainda mais o ritmo, se preocupando com possíveis contusões.

Inglaterra